Facebook da Linking Sites Instagram da Linking Sites Youtube da Linking Sites LinkedIn da Linking Sites Twitter da Linking Sites Whatsapp da Linking Sites
Fone: (11) 94340-4373
CONTATO
BLOG
PLANOS
CLIENTES
EMPRESA
HOME
HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

A importância de um site mobile

 >    >  

Entenda a importância da utilização de um site mobile para sua empresa

Publicado em 20/09/2019

Pouca gente sabe, mas o acesso à internet feito em território nacional já é realizado mais por meio de dispositivos móveis, do que por meio de microcomputadores. Esta é a principal razão para, caso ainda não tenha um site mobile para o seu negócio, você decidir mudar de opinião.

Ao contrário do que se imagina em um primeiro momento, tais acessos dizem respeito a todas as faixas etárias, sem um limite a este ou aquele perfil de usuários/clientes.

Assim, eles podem ir desde a simples atualização de uma foto em redes sociais, ou upload de vídeos em plataformas de compartilhamento, até a realização de compras, pagamento de contas e boletos, etc.

Embora seja interessante para todo e qualquer tipo de negócio, por razões que veremos adiante neste post, em alguns casos a estratégia é mesmo indispensável.

É o caso, por exemplo, da oficina ou empresa que trabalha com reboque moto. Obviamente, em uma situação assim, seu cliente pode precisar dos seus serviços a qualquer momento do dia.

A importância de um site mobile para sua empresa: pessoas acessando a internet pelo celular.

Em tais casos, a pessoa certamente fará o acesso ao site apenas pelo smartphone. Embora, como dito, já não seja necessária uma situação emergencial para que recorramos mais a dispositivos móveis que aos outros.

O site mobile X o site responsivo

Para você que está procurando soluções nessa área, é preciso dizer que existe uma certa diferença entre ter um site mobile, que é o que mencionamos no título deste post, e um responsivo.

No primeiro caso, o que se tem é uma página elaborada, desde o primeiro momento, para a experiência de navegação por meio de dispositivos móveis.

Ou seja, ela conta com uma URL própria (sigla para Uniform Resource Locatorm) e trata-se do endereço do site, aquele que jogamos na barra de navegação após o “http://”.

Neste caso, não é necessário que o site inteiro seja feito assim. Pode ocorrer de apenas algumas páginas dele contarem com esse recurso, tal como uma empresa de soluções automotivas que prestasse serviços gerais.

Ela poderia, em paralelo a um blog ou e-commerce, manter outras páginas “mobiles”, por entender que estas podem ter maior demanda nesse tipo de plataforma. Um exemplo é a palavra-chave “oficina mecânica mais próxima”, naturalmente emergencial.

As vantagens para isso são muitas, conforme veremos adiante. Já o site responsivo se trata daquele tipo de plataforma que se adapta automaticamente ao dispositivo utilizado pelo usuário.

Neste caso, perceba, não é necessário que haja uma URL para cada página: o site é feito em desktops, que são os microcomputadores, e na sua própria configuração de CSS (Cascading Style Sheets, que é o que dá o estilo da página), há suporte para laptop, tablet e até pequenos celulares.

Sendo assim, a mesma loja automotiva pode fazer uma página com a palavra-chave “som automotivo retrátil“ na versão responsiva, em vez da versão mobile.

Talvez por entender, por exemplo, que seu usuário pode acessar um conteúdo assim tanto do seu smartphone, quando estiver na rua ou na recepção de algum lugar esperando algo, quanto de um computador, enquanto trabalha ou faz pesquisas de sua própria casa, como no fim de semana.

Quais as vantagens do site mobile?

Obviamente, as duas estratégias citadas acima são igualmente importantes para qualquer site de negócios da atualidade, seja um site institucional ou blog, seja um e-commerce.

Porém, diante da tendência indicada acima, de que mais de 50% das navegações já ocorrem em dispositivos móveis, é preciso dizer que o site mobile oferece uma experiência um pouco melhor.

Se você abre uma página sobre laudo para transferência de veiculo, por exemplo, que já é um tema mais complicado e que exige mais atenção, em versão responsiva você ainda precisaria ajustar a página manualmente (como ter de reduzir ou aumentar a janela).

O site mobile, por outro lado, adapta-se automaticamente a qualquer dispositivo, por isso ele tem sua URL própria, entre outras coisas.

Neste caso, se o cliente precisa consultar algo sobre um certificado de tacógrafo, também conhecido como cronotacógrafo (que mede a velocidade praticada por um veículo corporativo), algo que também demanda atenção e paciência, ele não precisaria se preocupar com a navegabilidade.

Esse tipo de página costuma fazer parte de sites governamentais, como o do Instituto Nacional de Metrologia, os quais já são, na sua maioria, adaptados aos parâmetros de site mobile.

Por que adaptar a minha plataforma?

Vivemos, comercialmente falando, a era das experiências.

Hoje a empresa que não se preocupar com promover a melhor experiência possível, seja ela de manufatura e comércio, seja de serviços, não resistirá por muito tempo no mercado.

O termo “experiência” nesse sentido é muito conhecido na área de alimentação e lazer, é verdade, mas já extrapolou esse universo faz tempo. No caso da esfera digital, por exemplo, trata-se da supracitada navegabilidade.

Concorda que se você trabalha com auto eletrico automotivo, ou com qualquer outra área de soluções para automóveis ou mesmo de outros segmentos, pode ser que o primeiro contato que o cliente venha a ter contigo seja por meio do seu site?

Antes havia a indicação boca a boca, o panfleto, o cartão de visita até. Hoje, por mais que essas coisas ainda existam, é muito mais fácil alguém encontrá-lo navegando no portal da sua região, ou nos motores de busca.

De fato, dentre todos os motivos já citados para que um site/plataforma comercial seja implementado o mais rápido possível, talvez este seja o maior deles: os motores de busca.

Adiante compreenderemos melhor qual a relação deles com a navegabilidade das suas páginas digitais.

Entendendo o que é mobile-friendly

Aqui o design ou layout da página, que são responsáveis por garantir a boa experiência de navegação, acabam se unindo com a importância das estratégias digitais para divulgação do seu site comercial.

A importância de um site mobile para sua empresa: amigos acessando as redes sociais.

Não é segredo para ninguém que o Google é, não apenas o maior motor de busca do mundo (representa 98% de todas as pesquisas realizadas na internet, restando a fatia de 2% para Bing, Yahoo e demais buscadores), mas também a maior vitrine do mundo.

Obviamente, você vai querer que seu negócio apareça nela, não é mesmo? Pois bem, o modo mais econômico de consegui-lo é por meio do SEO (Search Engine Optimization), que é uma maneira de otimizar suas páginas para que elas atendam aos parâmetros do Google.

Assim, quando o visitante buscar pelas suas palavras-chave, seu site será indicado na primeira página. Ora, você sabia que hoje um dos parâmetros deles é, justamente, o do design exclusivo para dispositivos móveis?

É o que se convencionou chamar mobile-friendly. Ou seja, em um gracejo: o quanto seu site é “amigável” a tablets, smartphones e afins. Em tradução mais técnica o termo costuma ser traduzido, quando relacionado a um conteúdo específico, como “otimizado para celular”.

Como o Google lidera o mercado, é natural que os demais acabem utilizando os mesmos parâmetros dele, o que de fato ocorre. Na área de soluções automobilísticas, por exemplo, uma das buscas mais comuns da atualidade é por higienização ar condicionado automotivo.

Com toda certeza, seria uma pena se, por exemplo, você investisse em um blog, gerando vários conteúdos bacanas sobre a importância de se manter o ar condicionado em dia com sua higienização, e ele deixasse de aparecer com destaque por falta dos parâmetros mencionados.

Todas as vantagens e benefícios

O ranqueamento no Google, que é um termo de SEO que define, justamente, qual o ranking da sua página, ou seja, em que posição ela aparece nas buscas, é hoje um dos principais fatores de competitividade.

Além do fato já mencionado de que há mais acessos via dispositivo móvel do que por meio de desktops e microcomputadores em geral, hoje as próprias vendas já são mais populares nesse tipo de dispositivo.

Não se trata de comparar as vendas off-line com as on-lines. Trata-se de mensurar qual o dispositivo utilizado na hora das próprias compras digitais. Também esse número é maior no universo do site mobile.

Assim, além da visibilidade e dos fatores citados acima, há outras vantagens consideráveis:

  • A navegabilidade como um todo;
  • Maior velocidade durante o acesso;
  • A redução nas taxas de rejeição
  • A customização da página, etc.

Além de evitar a rejeição dos visitantes, que é quando eles entram na página e saem em poucos segundos (em 99% dos casos isso ocorre pelo aspecto visual, e não pelo conteúdo), o site mobile é capaz de atrair, qualificar e converter melhor os leads, aumentando seus resultados gerais.

Em alguns casos, é questão de coerência. Seguindo o exemplo acima, se a busca for por higienização interna automotiva, e já não somente a do ar condicionado, é natural que durante a pesquisa a pessoa tenha, nem que inconscientemente, certa repulsa por desorganização, concorda?

Por essas e outras o site mobile é, hoje, um dos modos mais acessíveis e importantes de você mudar suas estratégias digitais de patamar!




Whatsapp da Linking Sites
Converse agora com a Linking