Facebook da Linking Sites Instagram da Linking Sites Youtube da Linking Sites LinkedIn da Linking Sites Twitter da Linking Sites Whatsapp da Linking Sites
Fone: (11) 94340-4373
CONTATO
BLOG
PLANOS
CLIENTES
EMPRESA
HOME
HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Como aderir um e-commerce para sua loja física

 >    >  
Publicado em 23/10/2019

A melhor maneira de fazer com que a sua loja física cresça, aumentando os seus lucros e trazendo bons resultados é com a implantação de um e-commerce.

Se uma empresa precisa expandir a sua atuação e deseja crescer no mercado, ela pode pensar em dois formatos principais: investir na abertura de uma filial ou optar por aderir a um e-commerce.

Para abrir um novo estabelecimento, é preciso ter em mente os principais custos envolvidos, que vão desde o pagamento de um aluguel e a compra do mobiliário necessário para a loja, até a folha de pagamento dos funcionários.

Isso porque, uma estrutura física demanda uma série de investimentos para que ela possa funcionar adequadamente, e isso demanda um valor mensal que cobre estes custos.

Já para aderir a um e-commerce, os valores necessários são considerados mais vantajosos, pois exigem menos elementos para o seu funcionamento.

Como aderir um e-commerce para sua loja física: pessoa comprando na Internet.

Nesse caso, o estoque da sua loja física pode ser o mesmo da virtual, precisando apenas implementar um sistema de controle adequado. Depois, o número de funcionários certamente será bem menor do que o de um estabelecimento.

Por isso, este artigo traz dicas de como implementar um e-commerce para a sua loja física, aumentando os seus resultados de maneira bastante interessante e muito prática.

A importância de implementar um e-commerce para sua loja física

A internet é uma realidade cada vez mais presente na vida das pessoas. Isso quer dizer que se você não investe na sua expansão também para o mundo virtual, certamente está perdendo vendas.

Se você trabalha com montagem de quadro elétrico residencial, por exemplo, por que não investir também em um e-commerce para venda de componentes elétricos?

As pessoas procuram cada vez mais soluções eficientes para resolver as suas pendências e, por isso, a internet se mostra como parte fundamental desse processo.

Provavelmente você já pensou ou mesmo realizou uma compra em uma loja virtual justamente pela facilidade de não ter que sair de casa, tendo que gastar com transporte e estacionamento do seu veículo, medindo os benefícios de comprar um produto online e recebê-lo diretamente na sua casa.

Essa certamente será a linha de raciocínio de muitos dos seus clientes. Por isso, se você possui uma empresa de venda de produtos de segurança, tal como de extintor a base de espuma, você deve pensar que o seu cliente pode preferir receber o item ao invés de ir buscá-lo.

Esse é apenas um dos motivos que fazem um cliente optar pela compra de produtos online.

Como aderir um e-commerce para sua loja física: pessoa comprando na Internet.

Outras vantagens que envolvem os benefícios de levar a sua empresa também para o mundo virtual são:

  • Área de atuação muito maior;
  • Expediente ininterrupto;
  • Menores custos de implementação;
  • Oferecer alternativas para os seus clientes;
  • Oferecer uma maior variedade de produtos, etc.

Com um e-commerce, sua empresa vai mais longe

Certamente uma das maiores vantagens do e-commerce é não possuir limites de atuação.

Isso porque, você pode estar localizado em uma determinada região do país e enviar o produto para outro local sem dificuldades. Há também empresas que já atuam a nível internacional.

Por isso, se você oferece no seu site um produto como um espeto de jardim, o seu cliente pode adquiri-lo mesmo residindo em outra cidade, e pagar pelo envio do produto para a residência dele.

Trabalhando 24 horas por dia

Outra vantagem do e-commerce em relação ao estabelecimento físico é o seu horário de atendimento. Ou seja, você pode vender mesmo depois do expediente, ou também durante a madrugada.

Assim, ao chegar na sua loja, no dia seguinte, é só preparar o produto para envio e despachá-lo para o endereço do cliente.

Se uma empresa trabalha com produtos para piscina, por exemplo, ele pode manter todos os itens do seu estoque anunciados, de modo que se o seu cliente não conseguir comparecer ao estabelecimento durante o período comercial, pode optar por adquirir um filtro para piscina externo, diretamente da sua residência, no site da loja.

Depois, o produto é recebido pelo cliente em sua casa, o que agiliza grande parte do processo de compra do item.

Manter um e-commerce custa menos do que manter uma loja física

Como já mencionado, um e-commerce exige menos investimento do que a montagem de uma loja física.

Sendo assim, torna-se muito vantajoso para um negócio. No caso de uma empresa que trabalha com retrofit de máquinas, por exemplo, ela pode disponibilizar um e-commerce para oferecer os seus serviços, sem precisar manter um estabelecimento físico aberto, economizando com custos operacionais.

Afinal, grande parte do seu trabalho é feito diretamente no estabelecimento do cliente, por se tratar de um serviço feito em grandes maquinários.

Desse modo, o e-commerce se torna uma alternativa mais viável para o negócio.

Oferecer opções de compra e uma maior variedade de produtos

Ter um e-commerce vinculado a sua loja física pode ser uma importante maneira de atuar no mercado.

Isso porque você pode atender tanto os clientes que preferem comprar presencialmente quanto os que já aderiram ao formato virtual.

Um cliente pode preferir receber a sua compra de um filtro para piscina completo diretamente em sua casa, enquanto outro opta por ir até o estabelecimento, para visualizar o produto e tirar todas as dúvidas sobre a sua composição.

Além disso, o e-commerce possibilita oferecer uma grande variedade de produtos, que muitas vezes pode não estar visível na loja física por limitação de espaço.

Assim, sua loja virtual pode oferecer opções de piso intertravado cores, possibilitando mostrar um catálogo mais completo no seu site.

Como implementar um e-commerce para o seu negócio

Implementar um e-commerce em uma empresa que já está em funcionamento é relativamente mais fácil do que começar um novo negócio.

Isso porque você já possui um segmento de atuação e, por conta disso, já conhece grande parte dos seus fornecedores, dos cuidados e normas envolvidas na prática dos seus negócios.

Sendo assim, o primeiro passo para implementar um e-commerce é criar um planejamento de atuação, ou seja, decidir o que você vai vender, para entender qual será a sua demanda por profissionais e por elementos envolvidos na administração de uma loja virtual.

Depois disso, você precisará conhecer as principais plataformas para criação de sites, e então investir nessa etapa.

Nesse caso, você pode fazer uma análise de outros e-commerces na internet, de modo a entender como estruturar um bom layout e investir em uma boa navegabilidade para o comprador.

Afinal, é preciso que o seu site seja de fácil navegação, o que facilita o processo de compra para o cliente.

Você também pode aprofundar os seus conhecimentos levando em consideração os tipos de tecnologias que podem ser aplicados no seu negócio, ou seja, implementar os procedimentos padrão de uma loja virtual.

Isso envolve uma área de cadastro e uma comunicação eficiente com seus compradores, enviando e-mails para atualizar o seu cliente sobre cada etapa da compra, além de disponibilizar canais de atendimento para sanar dúvidas e oferecer um suporte completo.

Você também deve se preocupar em criar uma página bonita e completa, que forneça todas as informações necessárias para um visitante interessado no seu produto.

Se você oferece um scanner 3D industrial, por exemplo, é preciso postar as especificações do equipamento e várias fotos que demonstrem ao cliente cada detalhe do aparelho.

Isso faz diferença em uma compra online, já que o cliente não está diante do produto que ele deseja adquirir.

Também é preciso oferecer diferentes meios de pagamento. Isso inclui cartões de crédito de diferentes bandeiras, cartões de débito, boleto bancário e transferências online. Quanto mais opções o seu site fornece, maior é a taxa de conversão de vendas.

Afinal, se você oferece poucas formas de pagar uma compra e o cliente não possui nenhuma delas disponível no momento, certamente ele desistirá de adquirir o item na sua loja.

Outro fator de grande importância em uma loja online é o frete. Oferecer opções de envio econômicas e rápidas também influenciam diretamente na finalização de uma venda.

Depois de montar uma boa estrutura para a sua loja virtual, você precisa investir em meios de promover o seu e-commerce. Para isso, você pode utilizar algumas das principais ferramentas de marketing, como os anúncios, e também apostar nas redes sociais para tornar a sua loja mais conhecida.

Todas essas possibilidades fazem com que seu e-commerce cresça de maneira positiva e se faça cada vez mais conhecido entre o público-alvo do seu negócio.

Desse modo, aliando a sua loja física com um e-commerce é possível aumentar os seus resultados e expandir o seu negócio, tornando a sua marca mais conhecida e ganhando grande relevância no seu mercado de atuação.




Whatsapp da Linking Sites
Converse agora com a Linking