Facebook da Linking Sites Instagram da Linking Sites Youtube da Linking Sites LinkedIn da Linking Sites Twitter da Linking Sites Whatsapp da Linking Sites
Fone: (11) 94340-4373
CONTATO
BLOG
PLANOS
CLIENTES
EMPRESA
HOME
HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Vale a pena utilizar links patrocinados para sua marca

 >    >  
Publicado em 19/12/2019

A importância do marketing digital já se tornou um ponto indiscutível entre empresários, sejam grandes indústrias ou pequenos negócios. Dentro desse universo imprescindível, os links patrocinados são a modalidade mais praticada.

Não é necessário ser um especialista para reconhecer a relevância dos grandes motores de busca na navegação e na rotina.

Afinal, não são apenas os jovens, conhecidos como “nativos digitais” por terem crescido sob a influência da internet e dos dispositivos móveis, mas todas as idades recorrem aos buscadores.

É nesse contexto que surge a necessidade de as empresas marcarem presença nessas modalidades de marketing digital. Afinal, mais do que nunca, os empreendimentos precisam estar onde os clientes estão, ou seja, na esfera digital.

Vale a pena utilizar links patrocinados para sua marca: notebook aberto com a tela do Google.

De fato, hoje quando uma pessoa precisa de algo, uma das primeiras ações é abrir o Google ou outra plataforma de busca. Isso vale para a pesquisa de demandas práticas ou teóricas, como vale para compras, busca por endereços, etc.

Nesses buscadores há dois modos de aparecer com destaque. Um deles é o do campo orgânico, no qual os sites otimizados ganham relevância entre os anúncios pagantes.

O outro modo é o dos próprios links patrocinados, também conhecidos como PPC (Pague-por-Clique), que permitem aos sites pagantes aparecerem não apenas na primeira página do buscador, como em outras seções/redes, conforme ficará claro adiante.

Portanto, se você quer compreender melhor como os links patrocinados funcionam e como eles podem fortalecer a sua marca e potencializar sua captação de leads, siga conosco até o final da leitura deste artigo.

O que exatamente o link patrocinado faz?

Como vimos acima, existem dois modos de aparecer com destaque nos grandes motores de busca. Um deles é o SEO (Search Engine Optimization), que em português significa “Otimização Para Motores de Busca”.

O outro é o dos anúncios pagos, que é o tema deste artigo. Naturalmente, o que torna os buscadores tão importantes é a audiência que eles são capazes de trazer, uma vez que eles se tornaram uma das maiores vitrines da atualidade.

Imagine que você trabalha com alinhamento e balanceamento a laser, entre outros serviços do setor de mecânica automotiva, e pudesse aparecer com destaque para qualquer pessoa cada vez que ela pesquisasse essa palavra-chave na internet.

Pois é exatamente isso o que o anúncio do link patrocinado faz, levando suas páginas às pessoas certas na hora certa.

Em outros casos, o internauta pode realizar uma pesquisa sobre algo mais urgente, que demanda uma solução rápida.

Um bom exemplo é quando a pessoa digita algo como “despachante CNH cassada”. Se a pessoa trabalha com seu veículo e depende dele para cumprir seus afazeres diários, trata-se de uma pesquisa com alto potencial de conversão.

Por isso é que, além de ser uma vitrine na qual é importante aparecer como modo de marcar presença, os buscadores também são uma máquina de geração de leads, como ficará claro no decorrer deste post.

Segmentação e customização

Se há alguns aspectos que saltam aos olhos em termos de marketing digital são os da efetividade, segmentação e parametrização. Esses conceitos podem parecer difíceis em um primeiro momento, mas sempre estiveram presentes na divulgação das marcas.

A efetividade é um conceito fundamental de gestão, que faz parte do mundo do marketing tanto quanto dos demais setores de uma corporação. Ela remete à capacidade de uma estratégia atingir os fins almejados para ela.

Sem ela não seria possível bater metas, atingir resultados e crescer. O que permite isso de modo cirúrgico no marketing digital é a segmentação que ele proporciona, sobretudo quando falamos em link patrocinado.

Para se ter uma ideia, antes uma fabricante de tacógrafo digital precisava fazer anúncios em alguns canais que nem sempre eram tão segmentados, como revistas e panfletos, que não permitiam ter a certeza de quem consumiria aquele material.

O mesmo não ocorre com o link patrocinado. Isso porque uma das maiores vantagens dele é que é possível segmentar suas campanhas de modo bastante customizável. Isso torna certo que somente um público com o perfil do seu cliente potencial clicará na página.

O que é mais interessante disso é que você só paga se isso acontecer. Sim, pois o Custo-por-Clique significa que seu crédito depositado nas suas campanhas será debitado apenas quando sua página anunciada for visitada por alguém.

Há vários critérios de segmentação, o primeiro deles é a própria palavra-chave, que é o filtro mais eficiente de todos. Mas também há como definir em que região e até em que horário você deseja aparecer.

Isso é mais importante do que pode parecer em um primeiro momento. Imagine alguém que quer anunciar a palavra “Reboque 24 horas”. É evidente que essa página precisa aparecer durante o dia, a noite e até de madrugada.

Já uma palavra como manutenção de carros blindados dificilmente precisaria aparecer no meio da madrugada. A vantagem disso é que você consegue otimizar suas campanhas e economizar recursos, já que não terá de aparecer inutilmente.

Em termos de região, vale a mesma regra: qual seria, afinal, a vantagem de aparecer com um serviço presencial (como reparos em carros) em uma cidade que você não atende? Sobre o terceiro ponto, a parametrização, veremos melhor adiante.

As várias redes do Google e a parametrização

Outro aspecto incrível da customização das campanhas no Google é que é possível determinar os detalhes da relação entre sua comunicação e o público, mas também optar por várias redes de divulgação.

Vale a pena utilizar links patrocinados para sua marca: profissional analisando dados da busca orgânica.

A mais famosa delas é a Rede de Pesquisas, obviamente. É ali que a pessoa escreve algo como “revisão automotiva para viagem” e encontra os sites relacionados. Com o tempo, no entanto, o Google percebeu que há outros modos de chamar a atenção das pessoas.

De fato, ao contrário do que muita gente imagina, os anúncios podem ir muito além das primeiras páginas do buscador. Ao todo, as principais frentes atuais são:

  • A rede de pesquisas;
  • A rede de displays;
  • As caixas de entrada Gmail;
  • A seção Shopping;
  • O YouTube.

A rede de displays abre a possibilidade de seu anúncio aparecer em vários banners de grandes portais de notícia, grandes sites e fóruns da internet, além de blogs menores e qualquer página que tenha esse tipo de parceria com o Google.

A seção Google Shopping aparece no próprio buscador. Como quando você busca por amortecedor automotivo e o topo da página põe em destaque as opções de vários e-commerces que vendem esse produto.

Já as demais redes listadas são plataformas autônomas, que seguem suas próprias regras e lidam com seu próprio público, mas também geram tráfego.

O interessante é que todas elas, mesmo quando saem das páginas das ferramentas de busca (conhecidas como SERPs, Search Engine Results Page), ainda permitem parametrização.

Ou seja, sempre será possível ter o controle do resultado que as campanhas trazem. Do mesmo modo, é possível saber qual o fluxo de tráfego que você tem gerado e recebido, além de aumentar ou diminuir seus créditos com alguns cliques.

Fortalecimento da marca e captação de leads

Como vimos no início, toda empresa sempre precisou “estar onde os clientes estão” e marcar presença, como modo de fortalecer sua marca. Afinal, quem não é visto não é lembrando.

Obviamente, isso também tem a ver com a concorrência, o que mostra outra razão por que você precisa utilizar os links patrocinados hoje: seu concorrente provavelmente já está lá.

De fato, mesmo as grandes marcas de carros, roupas, alimentos, joias e todos os demais produtos de forte apelo comercial investem em link patrocinado. Talvez elas nem esperem gerar tanto tráfego, mas precisam marcar presença.

Afinal, se os buscadores se tornaram a maior vitrine do mundo, o que não significaria a mais importante empresa de blindagem de vidros automotivos do país não aparecer neles?

Também vimos que eles vão além da fama que conquistaram e trazem resultados efetivos, como no caso da captação de leads.

Não é preciso aprofundar muito para compreender como os milhões de pesquisas diárias ocorridas são capazes de unir o público à marca que dispõe de seus serviços.

Ao lado das redes sociais, os blogs corporativos são hoje um dos canais mais efetivos para a captação, conversão e fidelização de leads.

De fato, se uma empresa de manutenção de motor de arranque quer crescer no mercado, ela publica conteúdos gratuitos e de qualidade sobre o assunto, atraindo leitores e visitantes que mais tarde serão seus clientes.

No entanto, é evidente que de nada adianta escrever os melhores materiais se eles não aparecerem na hora certa e o modo de garantir isso é por meio dos motores de busca.

Ou seja, outras estratégias de marketing digital dependem do link patrocinado de um modo ou de outro.

Com isso, chegamos ao fim, demonstrando o quanto essa modalidade de anúncio pode ajudar a alavancar o seu negócio no curto, médio e no longo prazo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Whatsapp da Linking Sites
Converse agora com a Linking