Facebook da Linking Sites Instagram da Linking Sites LinkedIn da Linking Sites Twitter da Linking Sites Whatsapp da Linking Sites
Fone: (11) 94340-4373
CONTATO
BLOG
PLANOS
CLIENTES
EMPRESA
HOME
HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Conheça cinco passos essenciais para abrir um e-commerce

 >    >  
Publicado em 25/07/2019

Um e-commerce é considerado toda plataforma digital onde são vendidos produtos online. Assim, um consumidor pode adquirir um produto específico pela internet mesmo estando a quilômetros de distância do vendedor. Atualmente, as plataformas de e-commerce vêm crescendo cada vez mais, chegando a alcançar, em 2017, a taxa de crescimento de até 15% ao ano, segundo pesquisas da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm).

Todavia, como a internet é um ambiente bastante vasto, diversificado e recheado de informações, muitas vezes os seus conteúdos podem ser ofuscados pelo mar de dados encontrados dentro de tal rede global, atrapalhando as vendas dos comércios virtuais.

Nesse sentido, é importante que os proprietários de e-commerce utilizem ferramentas específicas para a ampliação e para a divulgação do seu negócio. Assim, é possível citar cinco passos principais para a criação de um e-commerce:

  1. Planejamento do negócio
  2. Estruturação do e-commerce
  3. Organização da logística
  4. Investimento em marketing
  5. Criação de conteúdos
Cinco passos essenciais para abrir um e-commerce: pessoa acessando site com cartão em mãos.

Como é feito o planejamento do e-commerce

Ao montar um e-commerce, um(a) empreendedor(a) deve ter em mente que o seu negócio deve destacar-se em meio à multidão, tendo em vista o crescimento alto desse mercado. Por isso, é importante que uma empresa realize um benchmarking, ou seja, uma pesquisa para tomar conhecimento sobre a forma de atuação dos concorrentes da empresa.

É nessa pesquisa que um e-commerce em ascensão pode aprender com os acertos e com os erros do seu rival, identificando tendências e inovações na área. Além disso, é indicado que um e-commerce tenha em mente qual é o seu público-alvo para que o perfil do cliente possa ser traçado, fazendo uso de técnicas como a pesquisa de mercado e guiando as pessoas até o ato de efetivação da compra.

Sobre a estruturação do e-commerce

Após o planejamento, o(a) empreendedor(a) precisa definir a solução ideal para a dinâmica da plataforma onde se situará o e-commerce. Por isso, deve-se apostar em uma identidade própria do comércio, contando com um layout interativo capaz de atender as necessidades dos clientes e de facilitar a ação da compra.

Como é feita a logística

Um e-commerce só pode manter-se de pé com uma logística bem estruturada, já que, como a base do comércio virtual é o transporte, este deve ser feito adequadamente para que sejam evitados danos aos produtos. Outro item que vale a pena investir é na velocidade da entrega, pois pode angariar valor à empresa.

O que é o investimento em marketing

O marketing é uma esfera da administração responsável por lidar com todas as questões relacionadas ao produto. Então, o marketing é ideal para garantir a visibilidade do e-commerce, uma tarefa cada vez mais difícil com o crescimento dos mercados virtuais.

Isso decorre do fato de que, na era digital, o consumidor vem conquistando cada vez mais autonomia para escolher quais modalidades de conteúdos ele quer consumir. Por essa razão, uma empresa precisa atrair a atenção das pessoas para colocar o seu e-commerce em evidência.

Cinco passos essenciais para abrir um e-commerce: mulher comprando pela Internet.

Entre os exemplos de conteúdos desenvolvidos para negócios, destacam-se os sites de serviços e de bens tangíveis, onde se encontram conteúdos mais técnicos, como é o caso de artigos sobre serviços de portaria e limpeza, montagem de painéis elétricos, limpeza de bebedouro e outros que carregam dicas para o uso de produtos específicos, tal qual textos que falam sobre a utilização de itens de uma loja de persianas.

Como fazer a criação de conteúdos

Fazer uma estratégia de marketing de conteúdo, como o nome já indica, nada mais é do que realizar a produção de conteúdos interessantes e valiosos por parte de uma empresa com o intuito de fornecer ao seu público-alvo uma imagem positiva da marca, bem como atrair as pessoas para um e-commerce específico. Com isso, uma empresa que pratica o marketing de conteúdo possui a capacidade de ampliar a sua rede de clientes.

Tais conteúdos são de grande importância, pois conseguem atrair um grande número de pessoas para o site de e-commerce de uma empresa. Pensando nos exemplos citados, assuntos relacionados ao serviço de portaria, limpeza e montagem de painéis são muito buscados, tendo em vista que são compostos por conceitos os quais geram dúvidas nas pessoas.

Por isso, muito provavelmente alguém que tem interesse em saber mais sobre aspectos técnicos de um produto irá interessar-se e criar uma visão positiva pela empresa geradora de conteúdo. O mesmo ocorre com marcas que oferecem dicas de produtos de decoração, como persianas, podendo vincular a mensagem do conteúdo com os produtos disponibilizados pela empresa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quer atrair mais clientes?

Preencha o formulário abaixo com seus dados que entraremos em contato.

ENVIAR



Whatsapp da Linking Sites
Converse agora com a Linking