HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

5 erros para se evitar em uma estratégia de marketing de conteúdo

Home  >   Blog  >   5 erros para se evitar no marketing de conteúdo
Publicado em 08/07/2020

O marketing de conteúdo deixou de ser apenas uma novidade na internet, para se tornar fundamental nas estratégias de divulgação online. Segundo uma pesquisa realizada, 80% das decisões dos consumidores são tomadas com base em informações sobre as empresas, incluindo artigos e reportagens.

Muito disso, deve-se à própria mudança no comportamento dos consumidores, visto que as pessoas estão muito mais interessadas em ter conhecimento acerca de como fazer uma montagem de painéis elétricos, do que simplesmente receber anúncios invasivos, como ocorre na publicidade tradicional.

Além disso, o marketing de conteúdo tem um custo 62% menor do que as iniciativas de Outbound Marketing, isto é, de propaganda sensacionalista, bem como gera em média três vezes mais leads.

Ou seja, muito mais do que acompanhar as tendências do público, a estratégia de produção de conteúdo relevante é capaz de resultar em um excelente ROI (Retorno sobre Investimento), contribuindo para o crescimento da presença digital das empresas.

De acordo com o LeadersWest Digital Marketing Journal, os blogs (grandes responsáveis pelo compartilhamento de conteúdos) convertem grande parte dos leitores em compradores.

Cerca de 42% dizem acessar alguma plataforma em busca de informações sobre compra, enquanto 52% disseram que os blogs impactam em suas decisões.

5 erros para se evitar no marketing de conteúdo: celular com instagram aberto.

Contudo, muitas pessoas acreditam que basta criar um blog ou escrever um texto da internet para já conquistar resultados incríveis com o marketing de conteúdo. Esse tipo de pensamento pode ocasionar vários problemas e, como consequência, prejudicar a imagem dos negócios.

Por isso, o artigo de hoje vai trazer os 5 erros para se evitar em uma estratégia de marketing de conteúdo, com dicas de como trabalhar com a técnica de modo eficiente, assertivo e direcionado. Acompanhe a leitura!

1 - Falar somente do produto ou serviço

Um dos erros mais comuns na estratégia de marketing digital é falar apenas do produto ou serviço da empresa.

Por exemplo, se um estabelecimento trabalha com a venda de anel de vedação, é interessante tratar sobre o componente, mas não somente isso - o público também tem interesse em assuntos relacionados.

Afinal de contas, o usuário também busca por uma solução e, por vezes, uma simples orientação pode ser o suficiente.

Mesmo que não resulte em vendas, a audiência passa a ver o negócio com melhores olhos, estabelecendo uma relação de confiança e cumplicidade.

Esse erro é recorrente por conta da própria influência publicitária. As empresas se tornaram viciadas em usar seus espaços para comunicar as vantagens e diferenciais dos produtos e serviços, sem levar em consideração os demais interesses do público.

Claro que, em alguns casos, é importante que o cliente saiba as especificações para fechar um negócio de aluguel de munck, por exemplo. Mas no marketing de conteúdo, há os momentos certos para produzir materiais sobre os serviços e produtos.

O que é preciso fazer?

Para não errar a mão na hora de escrever um conteúdo, pense sobre as diferentes temáticas que envolvem o seu negócio. Dessa forma, é possível produzir um material para atrair visitantes, incluindo os que não conhecem absolutamente nada sobre a empresa.

Também é recomendável conhecer o funcionamento do funil de vendas, que é a representação gráfica da jornada de compras do cliente. Assim, é possível perceber se já chegou o momento de falar do produto ou serviço.

2 - Desconhecer o público-alvo

O público-alvo é a chave para o sucesso da estratégia de marketing de conteúdo. Afinal de contas, as pessoas interessadas em serviços de içamento e movimentação de cargas, por exemplo, têm um perfil bem específico, normalmente associado aos negócios B2B (Business to Business), como indústrias e armazéns.

Nesse sentido, o conteúdo deve ser segmentado e direcionado, para atender justamente às necessidades e anseios dos potenciais clientes.

Mais do que aumentar as chances de conversão, identificar o público-alvo é a melhor forma de otimizar os gastos com marketing, orientando estratégias para pessoas com reais interesses em fechar negócio.

O que é preciso fazer?

O primeiro passo é iniciar uma pesquisa de mercado, bem como levantar dados dos seus clientes, para conhecer as características do público-alvo.

É importante colher o máximo de informações possíveis, incluindo:

  • Faixa etária;
  • Gênero e estado civil;
  • Escolaridade e classe social;
  • Preferências e hobbies;
  • Comportamentos de compra;
  • Entre outros.

A partir desses dados, a empresa pode construir uma persona, que nada mais é que uma representação semi fictícia do cliente ideal, com o intuito de direcionar os conteúdos.

Assim, ao tratar de usinagem de peças, por exemplo, é possível produzir um material com linguagem adequada e que seja relevante para os potenciais consumidores.

3 - Não ter um calendário editorial

A falta de planejamento também é algo que pode prejudicar os resultados no marketing de conteúdo.

5 erros para se evitar no marketing de conteúdo: calendário editorial.

Afinal de contas, não basta escrever somente um artigo sobre o assunto, produto ou serviço; ao contrário, é preciso ter uma frequência de publicações para que a estratégia seja eficiente.

Importante ressaltar que a periodicidade também contribui para despertar o interesse do público.

Por exemplo, a empresa pode produzir um vídeo sobre o funcionamento de uma bomba de água centrífuga e, posteriormente, produzir um conteúdo mais específico de cada componente do equipamento.

O que é preciso fazer?

Para evitar os problemas oriundos da falta de planejamento, o ideal é programar um calendário editorial, destacando as frequências de compartilhamento de conteúdo, bem como datas importantes, em que é preciso produzir materiais especiais (dias comemorativos).

Além das datas, o calendário editorial também permite diversificar os formatos de conteúdo. Assim, ao perceber que há um excesso de artigos sobre caçamba basculante, os estrategistas podem propor novos formatos e assuntos.

4 - Não usar o SEO corretamente

O SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca, é uma das técnicas mais aplicadas dentro do marketing de conteúdo.

De forma resumida, o interesse da estratégia é melhorar a classificação da página dentro dos buscadores, especialmente o Google.

Sabemos que grande parte dos usuários faz pesquisas de produtos, serviços e temáticas com o auxílio dos mecanismos de busca e, por esse motivo, ter um bom rankeamento melhora as chances para aumentar o tráfego orgânico e a conversão de leads (potenciais clientes).

Portanto, o não investimento do SEO pode fazer com que a concorrência se destaque e, consequentemente, a sua estratégia de marketing de conteúdo não tenha um bom desempenho.

O que é preciso fazer?

Para melhorar a classificação no Google com o marketing de conteúdo, é preciso rever as técnicas de SEO. Entre elas, destaca-se o uso de palavras-chave ao longo de artigos, como perfil de inox, que é um dos termos mais pesquisados nos buscadores.

Além disso, vale a pena verificar a experiência de leitura do usuário, pois é preciso oferecer conteúdo relevante, informativo e de qualidade e, ao mesmo tempo, garantir uma boa navegabilidade em dispositivos móveis (tablets, celulares e smartphones).

O SEO possui uma série de processos, por esse motivo, o recomendável é revisar cada um dos conteúdos e, se necessário, editar os materiais para melhorar a classificação.

5 - Não mensurar os resultados

A falta de mensuração de resultados é um dos maiores erros no marketing de conteúdo e, infelizmente, o mais frequente. Muitas pessoas negligenciam o processo de análise de dados, como algo dispensável dentro das estratégias.

5 erros para se evitar no marketing de conteúdo: mensurar resultados.

No entanto, a mensuração das informações é primordial para averiguar se as iniciativas estão, de fato, sendo produtivas. Em caso negativo, é possível reorientar as ações, a partir da percepção dos erros.

Além disso, esses dados ajudam a visualizar se o marketing de conteúdo está influenciando na conversão de leads, bem como o quanto foi investido na produção de materiais e qual é o ROI.

O que é preciso fazer?

Para evitar a perda de dados e a negligência em torno na mensuração de resultados, é preciso que o estrategista de conteúdo compreenda todos os processos envolvidos na estratégia de marketing de conteúdo.

Também é interessante colocar no cronograma editorial um dia específico em cada mês para a mensuração e análise das informações. Desse modo, é possível organizar melhor o planejamento e evitar problemas pela falta de verificação das estratégias.

Conclusão

O marketing de conteúdo traz muitos benefícios para as ações de divulgação online das empresas.

Porém, a popularidade da estratégia fez com que várias pessoas começassem a empregar a técnica de forma errônea, prejudicando os negócios, ao invés de colaborar com o crescimento.

O artigo de hoje buscou trazer os erros mais comuns cometidos no marketing de conteúdo, como forma de orientar as futuras iniciativas, tornando as ações mais direcionadas, assertivas e com capacidade para gerar resultados reais.

Assim, o marketing de conteúdo pode ser muito eficaz para aumentar as vendas, melhorar o reconhecimento no mercado e contribuir para o sucesso da empresa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.