HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Dicas para aumentar vendas com Google Ads

Home  >   Blog  >   Dicas para aumentar vendas com Google Ads
Publicado em 08/10/2020

O Google Ads (ou AdWords) é a maior ferramenta para a criação de links patrocinados da internet. Com ela, é possível anunciar uma empresa no próprio Google, aumentando consideravelmente o tráfego dos sites e as chances de venda.

Por se tratar de uma campanha paga, a cobrança é feita de acordo com a taxa de cliques ou de visualizações, podendo variar conforme a capacidade de investimento do anunciante.

Normalmente, os anúncios do Google Ads aparecem no primeiro resultado de pesquisa, tendo relação estrita com uma palavra-chave.

Por exemplo, uma empresa de desentupidora pode “comprar” o termo desentupidor de vaso e, assim, quando um usuário fizer a busca por essa palavra-chave, irá se deparar com o site do empreendimento em destaque, antes dos resultados orgânicos.

Dicas para aumentar vendas com Google Ads: usuário acessando o facebook pelo celular.

No entanto, o AdWords também oferece a opção de outros tipos de anúncios, como:

  • Banners em sites específicos;
  • Banners em aplicativos;
  • Banner no YouTube;
  • Vídeos no YouTube.

No presente artigo, vamos nos concentrar nos links patrocinados para os resultados de pesquisa, embora várias recomendações também possam ser usadas para outros tipos de anúncios na plataforma.

Atualmente, o Google Ads é a principal fonte de receita do Google. A plataforma foi responsável por mais de 96% do faturamento da empresa. Isso mostra o quanto os anunciantes têm investido na ferramenta, diante da eficácia dos links patrocinados.

Mas como conquistar bons resultados com o Google Ads? Para responder a pergunta, o artigo de hoje vai trazer algumas dicas para aumentar a venda com o anúncio. Acompanhe a leitura!

1 - Verifique a localização geográfica do público

O desempenho da campanha no AdWords pode variar conforme a localização da busca.

Afinal de contas, quando um usuário pesquisa por um tecido jacquard para cortina, a preferência é encontrar uma empresa que esteja próxima. Por esse motivo, muitos internautas costumam incluir em suas pesquisas, o nome da cidade seguido do produto.

Ao criar a sua campanha do Google Ads, é interessante ativar o recurso da plataforma que permite ajustar o lance dos links patrocinados, segundo o desempenho de cada região.

Além de atrair leads (potenciais clientes) qualificados, essa opção pode diminuir o valor dos lances, levando em conta o país, a cidade ou qualquer outra área onde a sua audiência é mais ativa.

2 - Use as palavras-chave na meta descrição

A meta descrição (ou meta description) é um pequeno enxerto de texto, que aparece logo abaixo do título do anúncio. Esse conteúdo ajuda a explicar melhor sobre o conteúdo do site, para que o usuário possa conhecer, objetivamente, o que é o seu negócio.

Visto que os links patrocinados são construídos com base em uma palavra-chave principal, é importante colocar o termo não só no título do anúncio, mas também na meta descrição.

Por exemplo, se a palavra é “bota de segurança impermeável”, uma possibilidade de título, em conjunto com a meta description é:

O QUE É A BOTA DE SEGURANÇA IMPERMEÁVEL
A bota de segurança impermeável é um EPI (Equipamento de Proteção Individual) obrigatório para trabalhos em que há risco de quedas, devido ao piso escorregadio.

Percebe-se que o uso do termo, faz com que o usuário possa conhecer o assunto, levando o seu site a se destacar perante a concorrência.

3 - Não use palavras-chave duplicadas

Essa é uma recomendação do próprio Google Ads, que desaconselha usar a mesma palavra-chave para anúncios diferentes.

Por isso, se a intenção é construir um link patrocinado com o termo “rótulos personalizados”, por exemplo, crie apenas uma campanha e não duplique a palavra-chave.

Uma alternativa é criar diversos grupos de anúncios e ter uma lista limitada de termos em cada um. Isso faz com que o seu link tenha uma posição muito melhor nos resultados de pesquisa.

4 - Aponte as palavras-chave negativas

O Google Ads tem uma função que permite adicionar palavras-chave negativas na sua segmentação. Dessa forma, é possível selecionar os termos que devem ser excluídos nos resultados de busca.

Com essa lista de palavras negativas, os recursos do seu anúncio são otimizados, pois as pessoas que digitarem esses termos específicos não terão acesso aos links patrocinados.

Por exemplo, o seu anúncio pode ser de aluguel de cabine fotográfica, não de câmera fotográfica. Esses termos, embora parecidos, referem-se a serviços diferentes, por isso, é importante colocar na lista das palavras negativas para não confundir o usuário.

5 - Teste a campanha

No marketing digital, é necessário realizar testes com frequência para perceber se a sua campanha está, de fato, conquistando o resultado esperado.

Por esse motivo, o Google Ads conta com diversas ferramentas que auxiliam os usuários na realização dessas análises. Entre elas, está o indicador de ROI (Retorno sobre Investimento) e o de CTR (Taxa de cliques).

Antes de lançar a campanha, vale a pena fazer testes com diferentes palavras-chave, formatos de textos e possibilidades de anúncio. Dessa forma, é possível montar uma campanha mais assertiva e direcionada.

Por exemplo, em um link patrocinado sobre curso técnico eletrotécnica online, um teste A/B pode mostrar que o uso de um texto mais aperfeiçoado na meta descrição é capaz de aumentar a conversão de leads.

Mas os testes não devem se esgotar por aí. A recomendação é fazer avaliações diárias e, dessa forma, analisar o desempenho das campanhas.

6 - Direcione os usuários para uma página específica

Um erro comum dos anunciantes do Google Ads é direcionar os usuários para a página inicial do site da empresa. Mas isso pode não ser um bom negócio.

Dicas para aumentar vendas com Google Ads: usuário informando número do cartão em uma compra online.

O ideal é incluir um link de redirecionamento específico, seja para um produto ou serviço. Até porque os usuários não querem ficar procurando no site da sua empresa aquilo que eles já buscaram anteriormente no Google.

Por exemplo, quando um internauta digita “cotação de seguro auto”, ele quer encontrar uma página que já tenha as especificações do serviço, não o site institucional da empresa.

7 - Tenha um orçamento confortável

O Google Ads costuma recomendar um valor de investimento para os anúncios, conforme a capacidade de investimento. No entanto, orçamentos baixos prejudicam os links patrocinados, fazendo com que eles sejam exibidos esporadicamente.

Por esse motivo, é importante manter um valor acima do recomendado pelo Google. Mas tome cuidado para o orçamento não ultrapassar o limite previsto para a campanha.

Caso tenha dúvidas, procure uma consultoria contábil para aprovar os orçamentos prévios de investimento em marketing digital.

8 - Tenha cuidado com os leilões de palavra-chave

Alguns anunciantes costumam entrar em leilões muito disputados para adquirir uma palavra-chave. Mas isso pode ser uma perda muito grande de tempo e dinheiro.

Por isso, a recomendação é dar preferência aos termos mais específicos, com menos volume de buscas, mas que trará leads altamente qualificados.

De início, pode até parecer que essa não é a melhor estratégia. Mas depois de um tempo, as palavras-chave escolhidas irão atingir um volume considerável de pesquisa, além de aumentar a taxa de conversão.

9 - Não inclua os dispositivos móveis em campanhas de display

O Google tem um padrão de exibição dos anúncios em dispositivos móveis (tablets, celulares e smartphones). Contudo, essa pode não ser a melhor estratégia para quem deseja aumentar as vendas com o AdWords.

Segundo um levantamento da GoldSpot Media, cerca de 50% dos cliques feitos em banners por celulares e tablets ocorrem de forma acidental - ou seja, as pessoas clicam “sem querer”.

Por esse motivo, para quem deseja aproveitar ao máximo a campanha, a recomendação é desmarcar a exibição para os dispositivos móveis.

10 - Experimente novos formatos

Não invista na mesma campanha o tempo todo. O ideal é diversificar os formatos, palavras, textos e conteúdos. Dessa forma, é possível explorar novos públicos e fazer com que o seu negócio seja descoberto por outras pessoas.

Além do mais, outra dica é explorar outros tipos de anúncios, ainda mais se o seu investimento em marketing digital prevê um orçamento destinado ao patrocínio de links.

Conclusão

O Google é o gigante da internet. Hoje em dia, ter uma boa classificação do buscador é sinônimo de alcançar um maior número de visitantes no seu site, aumentar a taxa de conversão de leads e, consequentemente, as chances de vendas.

No entanto, as estratégias de otimização orgânicas (não pagas) têm resultados a longo prazo e, muitas vezes, é necessário competir com empresas tradicionais e já consolidadas no mercado digital.

Por esse motivo, quem deseja melhorar a visibilidade e as vendas a curto prazo tem a alternativa de investimento nos links patrocinados na própria plataforma do Google: o AdWords.

O artigo de hoje trouxe algumas dicas de como investir em campanhas no Ads, mas vale a pena ficar atento às tendências de mercado, para construir um anúncio direcionado, de qualidade e com alto poder de atração.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.