HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Dicas para planejamento de marketing

Home  >   Blog  >   Dicas para planejamento de marketing
Publicado em 12/11/2020

O planejamento de marketing é um dos documentos mais importantes para o sucesso das empresas. Tanto que ele é parte do Plano de Negócios, destacando-se por oferecer algumas alternativas de divulgação e comunicação - fatores imprescindíveis no mercado.

É importante destacar que o planejamento de marketing vai muito além da mera publicidade. Ao contrário, ele integra diversas ações e campanhas, que visam melhorar o reconhecimento da marca e contribuir com o crescimento sustentável do empreendimento.

Além do mais, toda e qualquer empresa pode se beneficiar do marketing - desde empresas de contabilidade, até lojas totalmente online (e-commerces) e prestadores de serviço.

Isso se deve à própria dinâmica do marketing, que inclui diferentes metodologias, conforme os interesses e necessidades de cada um, além de abarcar diversos tipos de orçamentos. Dessa forma, mesmo com um baixo investimento, é possível começar uma estratégia.

Dicas para planejamento de marketing: empresário analisando gráficos das campanhas de marketing.

No artigo de hoje, vamos tratar um pouco mais da importância do marketing, bem como trazer algumas dicas de planejamento para o seu negócio. Acompanhe a leitura!

Qual a importância de um planejamento de marketing?

O planejamento de marketing irá orientar os colaboradores e dirigentes sobre as prioridades de investimento, além de tratar um pouco mais sobre as estratégias de divulgação, comunicação e publicidade, que ajudam a formar uma cultura organizacional sólida.

Dessa forma, é possível alinhar as metas com toda a equipe. Assim, se uma fabrica de etiquetas adesivas quer demonstrar que a sustentabilidade é um de seus principais valores, todos os funcionários podem falar “a mesma língua” para construir essa imagem.

Além disso, um planejamento de marketing traz muitas vantagens para as organizações, visto que ele é responsável por:

  • Aumentar a produtividade em vários departamentos;
  • Reduzir custos com campanhas mal direcionadas;
  • Traçar um perfil do cliente ideal (persona);
  • Ter informações relevantes sobre o mercado.

Importante ressaltar que um planejamento de marketing não necessariamente precisa ser fixo. Ele pode sofrer alterações diante de novas tendências do mercado, possibilidades de investimento, bem como em momentos de crise.

Para termos uma ideia, a pandemia da Covid-19 exigiu que muitos empreendimentos se adaptassem à nova realidade e, desse modo, refizessem suas campanhas, visto que a própria dinâmica de mercado se alterou.

5 dicas de como construir um planejamento de marketing efetivo

Diante da importância do planejamento de marketing, as organizações se dedicam cada vez mais para a elaboração de um documento assertivo, que possa contribuir com o crescimento sustentável dos negócios.

No entanto, ainda há muitas dúvidas sobre como elaborar um plano efetivo. Claro que é preciso considerar as particularidades de cada segmento - as empresas de seguros, por exemplo, terão necessidades diferentes dos e-commerces.

Contudo, é possível se basear por algumas orientações mais gerais. A seguir, confira algumas dicas para construir um bom planejamento de marketing.

1 - Monte um planejamento de marketing anual

Como dito anteriormente, o planejamento de marketing não precisa ser fixo, mas pode sofrer alterações conforme as dinâmicas do mercado. Porém, não é recomendável mudar as estratégias o tempo todo, pois isso prejudica a identidade do seu negócio.

Sendo assim, uma maneira de avaliar os objetivos e propor análise dos resultados das campanhas, é elaborar um planejamento anual. Dessa forma, é possível diagnosticar a situação atual da empresa, encontrar os possíveis problemas e propor soluções.

Por exemplo, uma clinica de acupuntura que percebeu uma queda na visibilidade de suas publicações online durante o ano pode começar o planejamento de marketing justamente com essa meta: melhorar o reconhecimento da empresa na internet.

Ou seja, mais do que oferecer novas estratégias, o planejamento de marketing anual é uma maneira de analisar os dados periodicamente, para avaliar o que deu certo e o que deu errado nas campanhas anteriores.

2 - Estabeleça um cronograma de ações

Um dos principais objetivos do planejamento de marketing é oferecer algumas iniciativas possíveis para o seu empreendimento. Desse modo, tem-se um cronograma de ações organizado, em que a empresa pode acompanhar passo a passo do que é feito.

Dicas para planejamento de marketing: mulher montando um plano de ações no quadro.

Por exemplo, se a intenção é divulgar serviços de engenharia civil nas redes sociais, é necessário fazer um trabalho frequente, diante da própria dinâmica dos canais.

Sendo assim, o planejamento de marketing contém todas as campanhas possíveis para realizar nas mídias.

3 - Defina as metas e objetivos da estratégia

Quando fazemos marketing temos uma intenção. Quer dizer, é preciso encontrar o porquê daquela determinada campanha e o quê buscamos atingir com ela.

Por esse motivo, o planejamento de marketing tem que constar as metas e objetivos de cada estratégia. Por exemplo, se uma empresa de segurança do trabalho quer aumentar o número de leads (potenciais clientes), as campanhas devem ser voltadas à conversão.

Além disso, as metas e objetivos ajudam no alinhamento das equipes, visto que todos os colaboradores podem trabalhar em prol de algo em comum.

4 - Busque informações sobre o mercado de atuação

O planejamento de marketing depende fundamentalmente de informações verídicas a respeito do mercado de atuação. Ou seja, é preciso analisar a concorrência, bem como os stakeholders envolvidos no seu nicho, para se ter uma ideia de como é a dinâmica na área.

Ao mesmo tempo, vale a pena coletar dados a respeito do público-alvo. Afinal de contas, grande parte das campanhas de marketing são direcionadas à sua audiência.

Com essas informações, um coaching de carreira, por exemplo, pode saber exatamente com quem fala e o que se fala, direcionando melhor as iniciativas de marketing e obtendo resultados positivos.

Até porque quanto mais direcionada é uma campanha de marketing, mais fácil é cativar aquele perfil de cliente ideal.

5 - Mantenha um registro dos planejamentos

Não é de hoje que se ressalta a importância de fazer uma análise precisa dos dados, em conjunto com os indicadores, para avaliar o desempenho de cada uma das campanhas.

Por essa razão, vale a pena manter um registro dos planejamentos de marketing anteriores, com fins de consulta. Dessa forma, ao propor uma nova campanha, é possível ter os dados de estratégias anteriores, para traçar alguns cenários prováveis.

Por exemplo, uma empresa de alimentação industrial que deseja investir no Facebook pode consultar as campanhas anteriores feitas nas redes sociais, para ter uma base da efetividade das ações.

Sendo assim, o registro é fundamental para a construção de novos planejamentos de marketing, cada vez mais assertivos e direcionados.

Como fazer a análise das métricas de marketing?

Como vimos até agora, um bom planejamento de marketing depende da análise de resultados anteriores. Por conta disso, é recomendável fazer uma avaliação das campanhas e manter um registro anual das estratégias.

Contudo, ainda há muitas dúvidas de como fazer o cálculo do desempenho em marketing, visto a grande quantidade de métricas disponíveis para análise. Mas algumas se destacam.

Abaixo, separamos alguns indicadores que são indispensáveis para a elaboração do seu planejamento de marketing. Confira!

ROI (Retorno sobre Investimento)

O ROI (Retorno sobre Investimento) é uma métrica que informa o lucro oriundo de uma campanha de marketing. O ideal é que esse valor seja sempre acima do que foi investido, para se ter um retorno positivo da campanha.

Para fazer o cálculo do ROI, é preciso levantar tudo o que foi gasto em uma determinada estratégia, incluindo o preço de uma publicidade, mão de obra, bem como outros gastos adicionais, e subtrair do lucro.

Caso o número for positivo, quer dizer que a campanha foi efetiva. Em caso negativo, o retorno não foi tão satisfatório assim, tendo um grande custo para a empresa.

CAC (Custo de Aquisição por Cliente)

O CAC (Custo de Aquisição por Cliente) se refere ao valor gasto para conquistar um novo consumidor para o seu negócio.

Um dos principais objetivos do planejamento de marketing é justamente diminuir o CAC, uma vez que ele interfere diretamente no ROI e pode prejudicar os lucros.

Métricas de engajamento

As métricas de engajamento se referem às interações dos usuários com o seu conteúdo, sendo usadas no marketing digital.

Apesar de muitas delas serem associadas com indicadores de vaidade, elas ajudam a perceber se suas campanhas são interessantes.

Algumas delas são: curtidas, compartilhamentos, comentários, salvamentos das publicações, entre outras.

O ideal é cruzar as métricas de engajamento com outros indicadores, como a geração de leads, por exemplo.

Conclusão

O artigo de hoje teve a intenção de trazer algumas dicas para construir um planejamento de marketing efetivo e, desse modo, alcançar bons resultados para o seu negócio.

Ressalta-se sempre a importância de consultar os indicadores e fazer uma análise aprofundada das campanhas, justamente para verificar o que deu certo e o que precisa ser corrigido no seu planejamento.

Desse modo, é possível elaborar campanhas cada vez mais direcionadas e que vão contribuir para o crescimento da organização.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.