HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Marketing de nicho: por que aplicar?

Home  >   Blog  >   Marketing de nicho: por que aplicar?
Publicado em 22/12/2020

Já não é novidade para ninguém que hoje existem tantas modalidades de marketing que fica difícil acompanhar as inovações desse setor. Mas uma das que merecem mais atenção é, sem dúvida, a do marketing de nicho.

Até porque, embora ele seja perfeito para pequenas empresas e marcas que estão começando, ou mesmo que não têm muito orçamento para fazer sua divulgação, nem por isso ele deixa de ser importante para grandes empresas do mundo todo.

Além disso, o marketing de nicho está alinhado com várias tendências importantes do momento atual, que estão se construindo nas últimas décadas. Por exemplo, as exigências das famosas Gerações Y e Z.

Trata-se, respectivamente, das pessoas nascidas dos anos de 1980 e 2000 para cá. Como elas cresceram com acesso bem maior a microcomputadores, smartphones, internet e tecnologias como um todo, elas são muito mais exigentes.

Marketing de nicho: por que aplicar? gerente apresentando estratégias.

Um dos traços principais desse público é o da customização e da busca por experiências marcantes. Ou seja, a marca que não conseguir falar a língua deles, aparecendo para as pessoas certas, na hora certa, certamente vai ficar para trás.

No fundo, atualmente é como se cada grupo ou cada cliente fosse o seu próprio nicho. Daí o poder desse tipo de marketing, que segmenta o público de maneira muito mais assertiva, gerando um engajamento e um resultado mais sólido.

Por outro lado, essa técnica tem se disseminado, e é cada vez mais comum ouvir falar nela, o que acaba tornando cada dia mais difícil fazer um bom marketing de nicho, com uma aplicação que realmente traga os resultados almejados.

Por isso escrevemos este artigo, trazendo conceitos e dicas práticas sobre como colocar tudo isso em ação, e de maneira sustentável. Então, se você quer entender como exatamente funciona, basta seguir adiante na leitura.

Quais as estratégias mais conhecidas?

Alguns métodos do marketing de nicho são conhecidos até mesmo fora dele, porém funcionam de maneira mais assertiva quando aplicados com conhecimento de causa. Um dos maiores exemplos é o do storytelling.

Ao contrário do que se pode pensar, não se trata apenas de “contar histórias”. Para uma empresa de dedetização mostrar o valor da sua solução por meio de histórias é preciso que ela conheça muito a fundo o seu público-alvo, antes de qualquer coisa.

Portanto, ela tem de estudar os impactos da segmentação nesse nicho de mercado. Aí é que entra o storytelling, que além de mover a tomada de decisão das pessoas, faz com que elas se sintam parte daquela marca.

Marketing de nicho: por que aplicar? profissionais discutindo estratégias para a empresa.

No caso da dedetização, por exemplo, todo mundo sabe que isso tem um impacto na saúde pública, não é verdade? Esse seria um gatilho para enobrecer a proposta. Outra estratégia que tem se disseminado muito e pode ser inserida aqui, é a dos influencers.

Existem influenciadores digitais que já se tornaram algo como celebridades, inclusive aparecendo na televisão e no rádio. Contudo, as marcas já começaram a perceber que os “microinfluencers” podem, por serem nichados, trazer um resultado mais palpável.

Neste caso, um escritório de contabilidade pode conseguir uma parceria excelente com um contador que tenha canais, páginas ou perfis nas redes sociais. Hoje há profissionais de todas as áreas gerando conteúdo e influenciando pessoas.

Visto desse modo, o marketing de nicho nada mais é do que uma geração de conteúdo segmentada, o que torna essa estratégia que já era forte numa verdadeira máquina de atração de leads e de oportunidades assertivas.

No fundo, tudo tem a ver com educar o público. Seja por meio de storytelling, de influencers digitais ou de qualquer outro método, a estratégia de nicho faz a marca impactar o público de modo muito mais eficiente e duradouro.

As razões para investir nessa estratégia

Você já deve ter ouvido dizer que “Conhecimento é poder”, certo? No marketing de nicho isso é ainda mais verdadeiro, já que todo o seu crescimento vai depender do conhecimento que você tem na sua área.

Assim, uma empresa que lida com assessoria em folha de pagamento, pode gerar conteúdos extremamente importantes sem nenhum custo muito alto, atraindo pessoas e se tornando uma referência com base nas informações que ela traz.

Isso faz com que seus custos de divulgação sejam bastante reduzidos, sobretudo quando comparados a outras formas de gerar tráfego no marketing digital. E mesmo que a empresa vá fazer anúncios, quanto mais nichado é o patrocínio, melhor e mais barato.

Além de gastar menos para aparecer, também é preciso salientar que a competitividade é menor. De fato, se uma instituição de ensino dá aula de todas as matérias existentes, aquela que ensina apenas português ou matemática tem menos concorrência.

Um efeito direto disso é o da fidelização da clientela. Como o mercado nichado é mais restrito em termos de opções, os clientes tendem a ser mais fiéis e se manterem mais próximos das marcas que os agradam e atendem bem.

Com isso, além de você conseguir montar uma carteira contínua, também é preciso lembrar a função de “evangelizador” que todo marketing busca atualmente. Trata-se do cliente que defende sua marca e faz divulgação gratuita dela.

Por exemplo, quem busca por tecido jacquard direto da fabrica, provavelmente não se contenta com qualquer outro tipo de tecido, não é verdade? Então, existe aí uma possibilidade alta de gerar essa fidelização.

Outro aspecto positivo é que assim, além de ter um melhor conhecimento da linguagem do cliente, seu discurso se adapta mais à audiência. Ou seja, você ganha mais aderência aos feedbacks e sugestões, que são fundamentais para qualquer negócio.

Como dar os meus primeiros passos?

Até aqui já deve ter ficado claro como é possível aplicar o marketing de nicho de maneira bastante prática e realista. Mas podemos dar algumas dicas ainda mais diretas, que giram em torno da definição da persona ideal para cada negócio.

Marketing de nicho: por que aplicar? imagem com dedos representando a subida de degraus.

O conceito de persona é uma evolução da ideia de público-alvo. Realmente, hoje não basta alguém da área de empresas de demolição em SP dizer que seu público é toda firma de construção civil que se encontra no estado de São Paulo.

É preciso ir muito além, criando dois ou três perfis semifictícios com os quais você vai se “comunicar” em cada ação ou campanha que fizer. As perguntas que podem ajudar nisso são as seguintes:

  • Qual é exatamente o meu nicho?
  • Onde o meu cliente ideal se encontra?
  • Quais são os seus hábitos mais comuns?
  • Como ele consome conteúdo na internet?
  • Em que redes sociais ele está presente?
  • O que ele gosta que uma marca faça por ele?
  • O que ele odeia que ocorra na negociação?

Deste modo, se a empresa trabalha com manutenção de redutores industriais, ela passa a compreender não apenas quais são os produtos e serviços de interesse da sua persona, mas também os modos mais assertivos de impactá-la.

Para dar um exemplo ainda mais prático, uma forma eficiente de aplicar o marketing de nicho nesse caso seria variar ainda mais no formato dos conteúdos criados, indo além do texto comum para fazer livros eletrônicos, vídeos e até podcasts e afins.

Por dentro do fortalecimento da marca

Toda forma de marketing busca, obviamente, fortalecer a marca e torná-la uma referência, com isso trazendo resultados imediatos no tocante ao faturamento e à lucratividade, ao mesmo tempo em que pensa no médio e longo prazo.

Com o marketing de nicho não é diferente. Assim, uma empresa de ônibus fretado precisa se tornar referência no segmento, e isso não significa apenas algo teórico, mas prático, que se reflete nos retornos diários que ela vai ter.

Para isso, além de produzir conteúdo é preciso estar sempre em dia com as novidades do seu segmento, estudando o mercado e a parte técnica, investigando a concorrência, compreendendo melhor as variações no gosto da persona do público.

O mais importante no marketing de nicho é manter a constância. Você precisa ter uma frequência boa no tocante às novidades que traz para o mercado. Depois, precisa seguir isso religiosamente, sem permitir brechas.

Para isso, outra dica de ouro é criar uma equipe de profissionais especialistas no seu nicho o mais rápido possível, e depois mantê-la. Como se diz, quem quer ir rápido vai sozinho, mas quem quer ir longe precisa ir acompanhado.

Portanto, seja para atuar em um nicho de cursos livres que atraem multidões, ou para fortalecer uma marca na área de fornecedores de tubos de aço, é fundamental pensar no médio e longo prazo, e não apenas no resultado imediato.

O primeiro passo é começar contratando um funcionário “multitarefas”, e com o tempo e crescimento da demanda ir especificando os colaboradores. Chega um momento em que é preciso ter redatores, revisores, designers e daí em diante.

Tudo isso explica a importância de aplicar o marketing de nicho no seu negócio, desde os primeiros passos até as decisões mais estruturais que vão garantir um sucesso sólido e sustentável.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.