Facebook da Linking Sites Instagram da Linking Sites Youtube da Linking Sites LinkedIn da Linking Sites Twitter da Linking Sites Whatsapp da Linking Sites
Fone: (11) 94340-4373
CONTATO
BLOG
PLANOS
CLIENTES
EMPRESA
HOME
HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

O que é email marketing e como utilizar nos negócios

 >    >  
Publicado em 05/09/2019

A busca por um desenvolvimento sustentável é constante no meio corporativo e neste cenário, com a popularização de recursos digitais, estratégias com mecanismos como o e-mail marketing possuem cada vez mais espaço nos investimentos.

Afinal, trata-se de uma maneira de instaurar um contato mais próximo entre a marca e seu público-alvo. Para isso, é preciso que exista a concessão do consumidor, que normalmente é fornecida por meio de cadastros em formulários.

Entre os principais aspectos que se destacam no uso desse mecanismo, é possível citar o alcance e a flexibilidade. Isso se deve ao fato de que o e-mail é um dos recursos cruciais para as ações dos usuários no meio digital, sendo exigido por grande parte das plataformas.

Além disso, permite que o alcance seja mais previsível do que quando comparado com outras estratégias. Para uma melhor compreensão a respeito da previsibilidade do alcance, é possível citar como exemplo uma empresa que oferece limpeza de ar condicionado de janela, um dos modelos mais tradicionais.

O que é email marketing e como utilizar nos negócios: ferramenta disparando envio de emails.

As contas selecionadas para a transmissão de determinada mensagem, de fato, receberão o conteúdo. Naturalmente, há exceções, como contas erradas e outras questões técnicas que podem inviabilizar o acesso.

Já em relação a flexibilidade, é possível desenvolver e-mails com os mais variados recursos, desde textos e links até gifs. Tudo dependerá do objetivo da empresa, assim como o seu público-alvo.

Quais são os tipos de e-mails que podem ser enviados?

O e-mail marketing se destaca pela possibilidade de ser empregado para o atendimento das mais variadas finalidades, sendo assim, permite que a empresa possa promover diversos conteúdos e engajar os leads, que são os consumidores em potencial, em momentos certos.

Em meio aos exemplos de e-mails que podem ser criados, é possível citar:

1. Nutrição de leads

E-mails que atendem a nutrição de leads devem apresentar um material relevante, pois a proposta, nesse caso, é estimular o lead a seguir pela jornada de compra. Por essa razão, é interessante que os conteúdos sejam cautelosamente segmentados.

2. Atualização de blog

O desenvolvimento de conteúdos para um blog que seja atrelado ao site da marca é uma das principais estratégias implantadas no marketing digital. Nesse caso, o e-mail marketing pode auxiliar de maneira significativa para interagir ainda mais com quem o acompanha a plataforma.

Por exemplo, uma empresa de gestão ambiental em obras de construção civil atualiza o blog com uma série de conteúdos a respeito das normas vigentes relacionadas ao impacto das obras e o meio ambiente. A partir desse ponto, as pessoas cadastradas podem receber um e-mail a respeito.

3. Newsletter

Diferentemente da alternativa anterior, a newsletter corresponde a prática de enviar atualizações que podem abranger o mercado, a empresa e o blog. É importante que o intervalo entre os e-mails, não apenas nesse caso, seja bem definido.

Como usar esse recurso?

Primeiramente, a empresa deve preocupar-se em estabelecer uma lista de e-mails que apresente qualidade, que conforme abordado, pode ser obtida através de cadastros em blogs que comumente contam com formulários que abrangem outras questões além do e-mail. É fundamental que as perguntas não sejam invasivas e numerosas.

Outro passo de grande importância é a escolha de uma plataforma de e-mail marketing para a organização de contatos, envios realizados, entre outras funcionalidades que podem tornar cada procedimento mais prático.

Profissional verificando sua caixa de mensagens recebidas.

Além disso, é interessante que exista uma definição clara dos pontos a seguir em prol do desenvolvimento adequado de conteúdo:

  • Público-alvo;
  • Tipo de conteúdo;
  • Frequência;
  • Objetivos.

A partir desses fatores, questões variadas podem ser definidas, inclusive o template ideal, que deve ser responsivo para favorecer o acesso das pessoas. Se um cliente em potencial recebe um conteúdo de uma empresa de segurança para eventos e ao tentar acessar pelo smartphone enfrenta uma leitura complexa, certamente desistirá do conteúdo.

Sendo assim, é interessante aplicar não apenas as ferramentas mais adequadas, como também priorizar uma linguagem compatível com o público-alvo, templates de qualidade e ter metas claras para cada campanha.

Ainda mais, no que diz respeito ao texto, é interessante que seja curto, sem negligenciar a qualidade das informações. Afinal, a ideia é manter um conteúdo que seja objetivo e que transmita clareza.

Conforme citado, a busca por melhorias é constante no meio corporativo, ou seja, a partir do ponto em que a estratégia de e-mail marketing é implantada, é possível buscar otimizações para cada processo.

Por exemplo, uma empresa que presta serviços gráficos, como impressão de fotos e passa a entregar cada vez mais um número maior de mensagens, pode recorrer a uma ferramenta de automação para preservar a qualidade e agilidade.

Independente dos elementos complementares e modelos de e-mails enviados, de um modo geral, pode-se perceber que o e-mail marketing reúne diversas oportunidades para as empresas, o que pode ser um aspecto positivo para a estratégia ou negativo caso o desenvolvimento e direcionamento do conteúdo não sejam adequados.




Whatsapp da Linking Sites
Converse agora com a Linking