HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

O que é KPI e como utilizar em sua estratégia de marketing

Home  >   Blog  >   O que é KPI e como utilizar em sua estratégia de marketing
Publicado em 14/09/2020

O KPI (Key Performance Indicator, ou indicador-chave de performance) consiste em um conjunto de métricas, com capacidade de avaliar os resultados, desempenhos e efetividade de campanhas em marketing.

A partir desse indicador, é possível verificar o que de fato foi positivo na estratégia e o que precisa ser melhorado, uma vez que as estratégias de marketing (principalmente no ambiente digital) trabalham com parâmetros de “tentativa e erro”.

De acordo com um relatório da Content Trends, cerca de 78% das empresas que documentam sua estratégia de marketing se consideram bem sucedidas. Já a porcentagem para os negócios que não fazem essa documentação cai para 25%.

Ou seja, o KPI aparece como uma importante métrica dentro das soluções em gestão, para orientar investimentos, propor modificações, executar novos planejamentos, entre outras técnicas para melhorar os resultados da empresa.

No artigo de hoje, saiba mais o que é KPI e como utilizar em sua estratégia de marketing. Acompanhe a leitura!

O que é KPI e como utilizar em sua estratégia de marketing: analista tendo uma grande ideia.

O que é KPI?

O KPI é uma indicação que nos ajuda a mensurar a efetividade de uma ação ou um conjunto de iniciativas, de acordo com os objetivos propostos pela empresa, expresso em números ou porcentagens.

Por exemplo, uma agência de recrutamento pode usar o KPI para medir se um determinado anúncio para vaga de emprego gerou, de fato, uma grande quantidade de currículos, conforme as expectativas da organização.

Hoje em dia, devido ao grande número de informações disponíveis, é possível encontrar inúmeros tipos de indicadores. Por conta disso, há a necessidade de escolher o KPI certo, sempre levando em conta as metas de cada negócio.

Embora os KPIs possam ser usados em vários contextos, esses indicadores têm uma grande relevância para as estratégias de marketing. Afinal, é a partir da mensuração das campanhas que se pode saber se uma ação trouxe realmente resultados positivos.

Quais são os principais KPIs de marketing digital?

Diante da grande quantidade de KPIs, pode ser um pouco difícil escolher quais os melhores indicadores para a sua campanha. Entretanto, o marketing digital conta com algumas métricas que são fundamentais para a maioria das estratégias. Confira abaixo!

1 - Tráfego no site

Este indicador é usado para mensurar a quantidade de visitantes na sua página em um determinado período. Ele pode ser usado para medir o tráfego do dia, da semana, do mês, do ano, bem como qualquer outro recorte temporal especificado pela gestão.

Por exemplo, uma empresa de portaria virtual pode verificar quantos visitantes entraram no site institucional, após a divulgação de um anúncio no Facebook, em um prazo de 10 dias. Assim, ela poderá analisar se a campanha de divulgação foi efetiva.

O tráfego do site permite inferir diversos padrões dos usuários, como:

  • O dia e a hora de maior acesso;
  • As datas comemorativas que impactam o acesso;
  • Os meses em que há mais conversão de vendas;
  • A origem do tráfego.

Com base nesses dados, é possível criar um planejamento com os horários das publicações, bem como orientar as melhores campanhas de marketing. Uma das ferramentas mais usadas para averiguar o tráfego é o Google Analytics.

2 - Tempo de permanência na página

Fora o tráfego, outra métrica importante para analisar a efetividade das estratégias de marketing é o tempo de permanência do visitante na página.

Esse KPI ajuda a identificar quais conteúdos e materiais têm potencial de engajamento e, por meio da análise, é possível verificar o porquê da preferência dos usuários.

Por exemplo, uma empresa de engenharia de segurança do trabalho pode verificar se o tempo de permanência na página aumentou, com a oferta de conteúdos audiovisuais, visto que geralmente os vídeos são mais atrativos aos internautas.

3 - Posicionamento nos mecanismos de busca

Ficar bem posicionado no Google é um dos principais objetivos no marketing digital. Afinal de contas, mais de 90% do tráfego é oriundo do site de pesquisa.

No entanto, isso não é algo simples, devido à alta concorrência na internet. Por isso, é fundamental investir em estratégias de SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismo de busca, com técnicas que melhoram o rankeamento do site.

Contudo, a classificação no Google não é uma garantia. É necessário aliar o posicionamento com uma métrica de tráfego, como o número de visitantes, total de impressões orgânicas, crescimento de links externos, entre outros indicadores.

Vale dizer que o SEO pode ser aplicado em sites de quaisquer segmentos, incluindo empresas de engenharia elétrica, e-commerces, comércios, prestação de serviços, etc.

Classificação dos KPIs em marketing digital

Como vimos, existe uma grande diversidade de indicadores que podem ser usados como parte da estratégia de avaliação em marketing digital. Porém, muitos deles só fazem sentido quando acompanhados de testes, ou comparados com outros KPIs.

O que é KPI e como utilizar em sua estratégia de marketing: cliente olhando prateleira de bolsas e pensando qual comprar.

Para compreender melhor o funcionamento dessas métricas, é preciso saber qual a classificação do indicador. Em geral, as categorias são: primária, secundária e prática. Conheça mais a seguir.

KPIs primários

Os KPIs primários são vistos como os principais indicadores para avaliar o desempenho das estratégias de marketing. Ou seja, são as métricas diretamente relacionadas com o seu objetivo postulado no planejamento.

Normalmente, elas refletem no lucro da empresa e, por esse motivo, são os indicadores mais cobiçados pelos gestores e diretores de marketing. Entre eles, encontram-se:

  • Número de leads;
  • Aumento do tráfego;
  • CAC (Custo de Aquisição por Cliente);
  • Taxa de conversão das campanhas;
  • Receitas total e por compra.

Por exemplo, uma empresa de coleta de lixo hospitalar que tem como objetivo aumentar o número de visitantes no site pode ter como KPI principal o tráfego orgânico, dentro de um determinado período de tempo.

KPIs secundários

Os KPIs secundários são usados para justificar os indicadores primários, ou seja, eles mostram o porquê de determinados resultados. Com eles, é possível verificar se a estratégia está no caminho certo.

Por exemplo, uma administradora predial pode perceber um crescimento exponencial no número de visitantes em seu site (indicador de tráfego orgânico como um KPI primário) e, após a análise, perceber que a origem está associado ao melhor posicionamento no Google (SEO como KPI secundário).

Entre alguns dos principais indicadores secundários, destacam-se:

  • Custo por lead em cada etapa do funil de vendas;
  • Número de assinantes no blog;
  • Número de assinantes de newsletters;
  • Origem do tráfego do seu site.

É importante apresentar os KPIs primários e secundários juntos, para que se possa analisar com mais objetividade os resultados.

KPIs práticos

Os KPIs práticos trazem dados mais detalhados a respeito do comportamento, características e tendências dos usuários.

Quer dizer que esses indicadores são usados para acompanhar algumas especificações, que podem ajudar a melhorar as campanhas de marketing digital.

É comum que os KPIs práticos sejam vistos quase diariamente pelos analistas e gestores, com o intuito de avaliar o que está sendo feito na internet. Entre alguns dos indicadores, temos:

  • Landing pages de qualidade;
  • Palavras-chave mais pesquisadas no Google;
  • Os conteúdos mais interessantes;
  • Os assuntos que estão em alta;
  • As interações sociais dos usuários;
  • A quantidade de visitantes novos e recorrentes;
  • Entre outros.

Por exemplo, uma consultoria fiscal empresarial pode pesquisar com frequência as palavras-chave, de acordo com o nicho de atuação, com o objetivo de verificar quais termos podem resultar em produções de conteúdo de qualidade.

Como escolher o melhor KPI?

Embora a diversidade de indicadores, é possível verificar algumas características dos KPIs que os tornam excelentes escolhas para a sua estratégia de marketing. Veja abaixo:

Ser mensurável

Um bom KPI precisa ser mensurável. Apesar de parecer algo meio óbvio, muitos gestores fazem a análise dos indicadores de forma incorreta, como verificando a quantidade de leads, sem nem ao menos investir em estratégias de conversão.

Ser importante para o negócio

O KPI deve mostrar que a sua estratégia está rendendo bons frutos e atingindo o objetivo principal. Ou seja, o indicador deve verificar se o seu negócio está crescendo!

Quando a métrica é negativa, é o momento de mudar algo na campanha e refazer o planejamento, pois algo não está certo.

Ser relevante

Um dos maiores erros na hora de escolher os KPIs é optar somente pelos indicadores de vaidade, isto é, números que não necessariamente mostram resultados, mas deixam os gestores felizes (como curtidas na página, quantidade de seguidores no Instagram, etc.).

Os indicadores precisam ter relevância, ou seja, impactar diretamente no seu negócio. Afinal, de nada adianta ter muitas curtidas, se elas não são convertidas em vendas.

Conclusão

Um planejamento de marketing só está completo quando é feita a análise dos resultados. Até porque o gerenciamento de campanhas depende da avaliação dos indicadores, que irão mostrar o porquê de determinadas iniciativas renderam bons frutos, enquanto outras não.

Por isso, conhecer os KPIs é fundamental para quem trabalha com marketing. Dessa forma, é possível aprimorar cada vez mais as estratégias e, como consequência, alcançar sucesso com as ações de divulgação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.