HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

O que é SEM e como aplicar no marketing digital

Home  >   Blog  >   Marketing digital para pequenas empresas
Publicado em 28/10/2020

O SEM (Search Engine Marketing) é uma estratégia bastante ampla, que busca melhorar a visibilidade dos sites nos buscadores, como Google, Bing e Yahoo!, a fim de aumentar o tráfego de visitantes e, consequentemente, o número de leads (potenciais clientes).

Para termos uma ideia, só no ano de 2019, o Google registrou uma média de 77.440 mil pesquisas por segundo e 3,5 bilhões de buscas por dia, segundo um levantamento da Internet Live Stats. Se juntarmos com os outros buscadores, esse número é ainda maior.

Por esse motivo, ter uma boa classificação nos mecanismos de busca é uma forma de se destacar no mercado, ter mais reconhecimento e, é claro, melhorar as perspectivas de venda dos produtos e serviços.

Afinal de contas, quando alguém procura uma empresa de segurança eletrônica, por exemplo, é bem provável que a pesquisa irá se iniciar em algum buscador - visto a ampliação e a presença cada vez maior do marketing digital.

No artigo de hoje, saiba o que é SEM e como aplicar no marketing digital para conquistar a tão sonhada visibilidade nos sites de pesquisa. Acompanhe a leitura!

O que é SEM: profissionais discutindo estratégias de marketing digital.

O que é SEM?

O SEM, também chamado de Engenharia de Marketing para Pesquisa, consiste em toda estratégia de marketing digital que se volta para os mecanismos de busca, com o intuito de otimizar a classificação de uma página.

Além de divulgar empresas, incluindo os negócios online e offline, o SEM também ajuda na promoção de ações virtuais e físicas, como eventos, iniciativas, campanhas, entre outras.

Dessa forma, tanto uma fábrica de tijolo ecológico pode se beneficiar da otimização, mas também um determinado evento, como um show. Até porque, as pessoas buscam de tudo na internet - e é preciso atendê-las.

O SEM é dividido em duas partes: a primeira, o SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca, que tem como objetivo aumentar o tráfego orgânico de um site; a segunda, os links patrocinados.

Ou seja, enquanto o SEO é uma estratégia sem financiamento, os links patrocinados se destacam pelos famosos anúncios que vemos no Google ou em outras plataformas - portanto, é uma campanha paga.

Enquanto o SEO é voltado para o marketing de conteúdo e a produção de materiais informativos, os links patrocinados se aproximam da publicidade tradicional. Dessa forma, podemos ver uma propaganda de uma assessoria imobiliária, por exemplo.

Em resumo, o SEM funciona como um tipo de guarda-chuva e, debaixo dele, estão inseridas as estratégias de SEO, links patrocinados, entre outras técnicas que ajudam os sites a construir uma boa visibilidade nos mecanismos de busca.

SEO ou links patrocinados: qual a melhor estratégia?

Não há uma resposta certa para essa pergunta. As duas estratégias podem colaborar com o marketing digital da sua empresa, dependendo dos objetivos que se deseja alcançar.

Para compreender mais sobre o assunto, leia abaixo as diferenças entre o SEO e os links patrocinados como estratégias do SEM.

SEO (Search Engine Optimization)

O SEO se refere às técnicas para a atração de tráfego orgânico. Sendo assim, como dito anteriormente, não é uma estratégia paga.

Isso é muito vantajoso para as empresas, pois o investimento é baixo, em comparação ao ROI (Retorno sobre Investimento). Além disso, ao investir na produção de conteúdo relevante, os usuários passam a confiar mais no seu negócio.

Uma das principais metodologias do SEO é o marketing de conteúdo, voltado à produção de materiais de acordo com o interesse do público-alvo.

Nesse sentido, ao verificar que há muitas buscas por onde fazer acupuntura, o SEO foca em um blog post específico sobre o assunto, por exemplo. No entanto, é fundamental que o tema tenha relação com o nicho de atuação da sua empresa.

Além do marketing de conteúdo, o SEO envolve outras técnicas para otimizar a visibilidade nos motores de busca, incluindo:

  • O emprego de palavras-chave;
  • A construção de textos escaneáveis;
  • A velocidade de carregamento da página;
  • Os aspectos estruturais do site;
  • Entre outros.

De acordo com pesquisas em marketing digital, o primeiro resultado em uma busca orgânica concentra, sozinho, mais de um terço dos cliques.

No entanto, o SEO é uma estratégia a longo prazo. Quer dizer que os resultados podem demorar para aparecer e, além disso, é preciso lidar com uma concorrência acirrada.

Afinal de contas, uma transportadora de veículos, por exemplo, terá que se destacar de outras empresas do mesmo ramo, que utilizam as mesmas palavras-chave e podem prejudicar o tráfego orgânico do seu site.

Links patrocinados

Os links patrocinados aparecem antes dos resultados orgânicos no Google, bem como na barra lateral do buscador. Pode-se perceber que eles têm um grande destaque, em comparação com as páginas que aparecem apenas com as estratégias de SEO.

Notadamente, eles também fazem parte do SEM, mas se encaixam como uma mídia paga. Por isso, para usufruir da estratégia, é preciso fazer o cadastro nas plataformas de anúncios dos buscadores, como o Google AdWords, além de pagar uma taxa.

O que é SEM: tablet com uma página aberta em um site de buscas.

Em geral, a cobrança é feita por cliques. Sendo assim, quanto mais acesso o seu anúncio de automação comercial receber, maior será o valor pago ao mecanismo de busca.

Há outros tipos de cobranças, como por impressões (vendas) ou visualizações. O anunciante pode escolher a melhor opção, de acordo com as possibilidades de investimento.

A grande vantagem dos links patrocinados, em comparação ao SEO, é a possibilidade de gerar resultados a curto prazo. Ou seja, a sua empresa alcança um bom reconhecimento e aumenta o número de visitantes muito mais rápido, o que é ótimo para os negócios.

Contudo, é preciso ter cuidado, uma vez que o dispêndio de um grande investimento em anúncios pode não resultar no retorno esperado.

Por esse motivo, se uma distribuidora de material hospitalar, bem como qualquer empresa, quer se destacar com o SEM, a melhor recomendação é ter um equilíbrio entre as estratégias de SEO e de links patrocinados - algo feito por meio do planejamento.

5 dicas para aplicar o SEM no marketing digital

Para te ajudar no planejamento de uma estratégia de SEM no marketing digital, separamos algumas dicas de campanhas que melhoram a visibilidade do seu site nos mecanismos de busca. Confira!

1 - Crie posts patrocinados

Caso a sua empresa disponha de um orçamento direcionado para o marketing digital, vale a pena investir na criação de posts patrocinados. Isso irá ajudar a alavancar o seu negócio mais rapidamente, fazendo com que mais pessoas conheçam o seu site.

A recomendação é iniciar com uma divulgação mais geral, destacando os serviços de contabilidade e, conforme os resultados forem coletados, é possível orientar uma campanha mais específica.

2 - Elabore blog posts com SEO

Embora o SEO seja visto como uma estratégia a longo prazo, é preciso começar a investir na produção otimizada o quanto antes.

O primeiro passo é focar nos conteúdos que podem ser interessantes para o seu público. Para isso, faça uma pesquisa de mercado ou levante as características de quem já é cliente da sua empresa, com a intenção de compreender mais sobre os desejos e anseios da audiência.

3 - Faça uma boa seleção de palavras-chave

As palavras-chave são o coração do SEM, pois representam os termos mais pesquisados no Google ou demais plataformas de pesquisa. Por essa razão, é fundamental escolher as palavras que façam sentido e que colaborem com a classificação do seu site.

Por vezes, temos a ideia errada de que palavras mais “gerais” são melhores para a otimização, no entanto, esquecemos da alta concorrência. Sendo assim, alguns termos mais específicos podem contribuir para a atração de usuários qualificados, com potencial de conversão.

4 - Tenha um design atrativo

O design do seu site chama a atenção dos usuários, visto que ele é um dos grandes responsáveis pela identificação visual. Diante disso, a dica é construir uma estrutura diferenciada, de fácil navegação e intuitiva.

Lembre-se que o design vai funcionar como uma espécie de “cartão de visitas” do seu site. Portanto, ele deve ser bem dimensionado e promover uma experiência agradável.

5 - Faça o monitoramento de campanhas

Qualquer estratégia em marketing digital, incluindo o SEM, precisa de monitoramento. É a partir dos dados coletados das campanhas, que se pode perceber o que deu certo e o que deu errado.

Futuramente, essas informações colaboram para a criação de iniciativas mais eficazes.

Considerações finais

O SEM é uma das estratégias mais completas de marketing digital, focada em melhorar a visibilidade dos sites dentro dos mecanismos de busca, como o Google.

Com técnicas orgânicas e pagas, o SEM oferece inúmeras possibilidades de campanhas, sendo possível escolher a melhor delas de acordo com os objetivos e possibilidades orçamentárias da empresa.

Por essa razão, recomenda-se investir na estratégia, pois ela irá colaborar com o tráfego do seu site, além de aumentar as chances de venda e o reconhecimento do seu negócio online.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.