HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

O que um site deve ter

Home  >   Blog  >   O que um site deve ter
Publicado em 23/03/2020

Ter a página da sua empresa na web é essencial em um mundo cada vez mais digital. Sabemos também que não basta apenas criar um lugar para jogar um monte de informação. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para você saber exatamente o que um site deve ter para trazer bons resultados para o seu negócio.

Antes de iniciarmos nossa lista sobre os pontos essenciais que o site deve contemplar, é importante lembrarmos seus principais objetivos: gerar leads, atrair oportunidades de negócios, ou seja, fazer sua empresa faturar mais.

Porque o site precisa ser aquele belo cartão de visitas para atrair consumidores potenciais e convertê-los em clientes. Estamos alinhados? Então vamos aos 7 pontos essenciais do que o seu site precisa ter.

1. Domínio próprio

O domínio próprio garante profissionalismo ao seu negócio, confiabilidade e autoridade, além de uma presença digital sólida. Ele também contribui para maior alcance nas ações, além de permitir um e-mail próprio e proteção da marca.

O que um site deve ter: webdesigners definindo o layout de um novo site.

2. Carregamento rápido

Responda rápido: quanto tempo você espera uma página carregar até desistir dela e ir para outra? De acordo com dados do portal Think with Google, 53% das visitas a sites no mobile são abandonadas quando uma página leva mais de três segundos para carregar.

1, 2, 3. Enquanto você contava alguém já abandonou alguma página por aí. Você não quer que a sua seja a próxima vítima, não é mesmo? Inclusive, um dos critérios de ranqueamento do Google é o carregamento das páginas.

Mas como fazer um site carregar mais rápido? Você pode tomar alguns cuidados, como eliminar recursos desnecessários, optar por códigos mais leves, habilitar o cache para que o site não seja sempre carregado do zero e também apostar na contratação de uma hospedagem exclusiva.

A otimização de imagens também é fundamental para obter um bom rankeamento no Google, por exemplo, no segmento de moda feminina, otimizar as suas imagens sobre modelos de blusas femininas aumentarão as chances da sua loja ser encontrada pelo seu público-alvo, trazendo mais oportunidades de negócios.

3. Navegação simples e intuitiva

Criar uma navegação intuitiva, com as informações claras e fáceis de achar é importante para que seu potencial cliente não abandone seu site. Atitudes simples, como deixar o menu e a barra de busca visíveis, já ajudam a impactar positivamente a experiência do usuário.

4. Design responsivo e atual

Quando falamos em design responsivo estamos falando sobre ter um layout que se adapte a diferentes tipos de tela, como smartphones, computadores e tablets. Ele também deve ser moderno e atual, por isso, acompanhe as páginas dos concorrentes e de empresas que se destacam em inovação.

O que um site deve ter: usuário fazendo uma pesquisa no celular.

Responsivo, inovador e de qualidade. Para isso, cuide do básico, com elementos em boa resolução, ícones intuitivos, títulos curtos e eficientes, equilíbrio entre texto e imagem.

Tudo isso faz com que a experiência do usuário melhore e sabemos muito bem que a qualidade dela está intimamente ligada às chances de ganhar potenciais clientes e fidelizar os atuais.

5. Blog

Já falamos bastante aqui no nosso blog sobre a importância de se ter um blog. E é justamente por isso que temos o nosso e alimentamos com informações de qualidade, como este texto que você está lendo.

O blog é aquele espaço em que o consumidor vai encontrar informações interessantes para ele e, muitas vezes, é por meio dele que o público conhece sua empresa, o que acaba impulsionando as visitas ao site.

A maioria das empresas já percebeu que falar o tempo todo sobre os seus produtos, não atrai a atenção de novos visitantes, neste aspecto, o blog é uma ferramenta muito valiosa. Suponha que a sua empresa comercialize óleos essenciais e você sabe que os óleos são muito utilizados em massagens com óleos essenciais, é importante criar conteúdo sobre este tema e levar informações para o seu público sobre diversos tipos de massagens que podem ser realizadas, quais os tipos de óleos que mais são utilizados para este fim e assim por diante.

6. Site otimizado

Um site otimizado inclui ações como o uso de palavras-chaves e uma URL amigável.

É importante investir nisso para que ele seja facilmente encontrado por quem busca seus produtos e serviços. Melhorar o posicionamento do seu site no Google é essencial, afinal é ele o responsável por grande parte do tráfego gerado na web.

7. Informações de contato

Parece meio óbvio, mas de nada adianta tomar cuidado com cada um dos pontos acima se o seu site não dispuser de informações como e-mail, telefone e endereço para que o consumidor entre em contato da maneira que for melhor para ele.

Formulários de contato e chats também são boas opções, pois permitem uma interação direta. Ninguém tem mais paciência para aqueles demorados atendimentos telefônicos, não é mesmo?

E nada de obrigar a pessoa a caçar todas essas informações: você pode optar por colocá-las no rodapé, onde normalmente ela é buscada, ou então criar uma página para o contato, basta que esteja visível e seja de fácil acesso.

Claro que todas as dicas que apontamos são apenas para que você tenha uma noção sobre o que um site deve ter. Não dispense ajuda especializada e conte com uma agência de marketing digital para a criação do seu site otimizado, assim você pode se concentrar onde deve: gerir seu negócio.