HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Tráfego orgânico ou tráfego pago - Qual a melhor estratégia?

Home  >   Blog  >   Tráfego orgânico ou tráfego pago
Publicado em 01/02/2021

Nesse post, vamos apresentar para você um comparativo entre o tráfego orgânico ou tráfego pago, para você entender na teoria e prática o que eles significam.

Assim, será possível escolher qual a melhor estratégia para o seu negócio, reduzindo até a perda de tempo para alcançar o sucesso.

Por isso, pegue agora mesmo o seu bloquinho de notas para não perder nada desse post.

Boa leitura!

Como engajar sua equipe de vendas: usuário acessando o Google Ads pelo celular.

Teoria – Comece a entender tudo do início

Para começar esse post de tráfego orgânico ou tráfego pago, é interessante entender melhor o que exatamente cada um desses temas significam.

Tráfego orgânico:

Na teoria, o tráfego orgânico se refere ao número de visitas que um site, blog ou rede social recebe de forma espontânea.

Em outras palavras, se refere a todos os usuários que chegaram ali por livre vontade, através de algum conteúdo bacana que viram, comentários e assim por diante.

Geralmente, dizemos que esse tipo de tráfego é resultado dos motores de busca, ou seja, da pesquisa do usuário.

Em síntese, sempre que você está pesquisando um assunto na internet, como “sapatos de inverno” e clica em um site, esse acesso foi orgânico.

Portanto, a loja ou plataforma não precisou fazer nada para você chegar ali, apenas existir, e você chegou até ela.

Tráfego pago:

O tráfego pago se refere a todos os tipos de acessos gerados em um site, blog ou rede social através de uma ação de investimento financeiro.

Em resumo, isso quer dizer que aquela página está pagando para aparecer e mostrar seus conteúdos ou produtos em destaque para os usuários.

Na maior parte dos casos, esse investimento envolve campanhas, que fazem uso de palavras-chaves, imagens e anúncios de texto, como os banners.

Suponha, por exemplo, que você esteja pesquisando sobre “batedor de ovos para cozinha”.

Ao acessar o Google, ou outro, e digitar essas palavras, você vai notar que a primeira barra de destaque mostra uma série de produtos.

Essa primeira barra se refere ao investimento, que vai gerar o tráfego pago sempre que um usuário clicar ali.

O mesmo vale para os anúncios nas redes sociais, como aqueles no meio dos vídeos do Youtube ou no feed do Instagram, etc.

Como engajar sua equipe de vendas: usuário acessando o Facebook.

Inclusive, ao fazer um curso de marketing digital, você pode entender o passo a passo de como fazer isso.

Tráfego orgânico ou tráfego pago – Na prática

A partir do conceito de tráfego, seja orgânico ou pago, surge a dúvida de como exatamente isso funciona na prática.

Afinal, é interessante pensar na questão de não precisar investir nada para gerar tráfego.

Porém, a história é um pouco diferente quando vamos para a parte prática.

Logo, podemos dizer que o tráfego orgânico é um investimento indireto, enquanto o tráfego orgânico é um investimento direto.

Como assim?

Começando pelo mais simples: o tráfego pago é um investimento direto porque funciona em um esquema de: você paga a campanha ou anúncio para ser um destaque.

Ou seja, você investe dinheiro diretamente na ação que vai gerar tráfego.

Por outro lado, o tráfego orgânico é indireto porque a ação não é específica para isso.

Veja, você não vai investir em anúncios ou campanhas, mas vai precisar investir em conteúdos, no processo de criação, escolha de palavras-chaves, tempo e assim por diante.

Sendo assim, é um investimento, mas não diretamente na ação que vai gerar tráfego.

Em suma, escolher entre tráfego orgânico ou tráfego pago envolve algum tipo de investimento, seja financeiro ou não.

Tráfego orgânico ou tráfego pago – Qual a melhor estratégia?

O tráfego é essencial para os negócios online, já que aumentam as chances de conversão, estimulam os cliques e melhoram o seu posicionamento na internet.

Com isso, surge a dúvida de qual a melhor opção para se utilizar.

Então, vale a pena considerar algumas vantagens de cada uma dessas estratégias:

Vantagens do tráfego pago:

  • Resultados mais rápidos;
  • Aumento no número de acessos;
  • Maior segmentação de público;
  • O investimento inicial pode ser baixo;
  • Mais facilidade para definir a persona;
  • Possibilidade de descobrir qual o melhor canal, etc.

Entretanto, tem como desvantagem a questão de que, se o dinheiro acaba, o tráfego também.

Além disso, a dependência das opções pagas pode limitar um pouco a sua atuação, sendo que apenas anúncios não vão segurar o público.

Vantagens do tráfego orgânico:

  • Redução de gastos com anúncios;
  • Maior credibilidade na rede;
  • Possibilidade de ter clientes e seguidores fiéis;
  • Melhora o posicionamento nos motores de busca;
  • Ideal para resultados de médio e longo prazo, etc.

Por outro lado, para aqueles que querem resultados rápidos, o trafego orgânico não é a melhor opção.

Tráfego orgânico ou tráfego pago?

Por fim, vale destacar que os dois modelos de investimento de negócio são interessantes, cada um à sua maneira.

Ou seja, escolher entre os dois é um grande erro, sendo que a melhor alternativa é aliar as duas ações.

Para fazer isso, você deve começar um tipo de curso online, para entender como é a produção de conteúdos e de anúncios/propagandas.

Assim, fica mais fácil dar os primeiros passos.

Além disso, ao começar o seu negócio online, o ideal é investir no trafego orgânico, para melhorar a posição nos motores de busca e ser considerado uma autoridade no seu nicho.

Em seguida, você pode começar a investir no tráfego pago.

Como resultado, os usuários vão chegar até o seu site, blog ou rede social e terão o que consumir ali.

Portanto, além de acessar a sua página, vão ter interesse em continuar e até recomendar para outras pessoas.

Com isso, o seu negócio cresce, ganha credibilidade no mercado e as chances de aumentar ou mesmo começar as vendas é garantido.

Por fim, as estratégias de negócios devem ser pensadas com cuidado, analisando as métricas.

Assim, você saberá o que realmente funciona para o seu público, aumentando o investimento nessas ações.

Então, ainda ficou com alguma dúvida entre o tráfego orgânico ou tráfego pago?

Comenta aqui embaixo para que eu possa ajudar ou aproveite para compartilhar as suas dicas com nossos leitores.

Inclusive, se tiver alguma dica de conteúdo para a página, não deixe de comentar.

Grande abraço e até o próximo post!