HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Vantagens e desvantagens de utilizar anúncios pagos

Home  >   Blog  >   Vantagens e desvantagens de utilizar anúncios pagos
Publicado em 15/01/2021

Muitas empresas já utilizam os anúncios pagos em suas estratégias de marketing, uma vez que são ferramentas ótimas de engajamento.

Por exemplo, uma empresa de lustre para banheiro pode aproveitar um anúncio pago para conseguir atingir muito mais usuários interessados em seus produtos, conquistando assim melhores resultados de vendas.

Inclusive, o marketing digital é parte fundamental do planejamento de qualquer empresa, uma vez que a internet tem se provado, cada vez mais, ser uma fonte importante de criação de negócios.

Vantagens e desvantagens de utilizar anúncios pagos: mulher com um megafone anunciando.

Existem diversas formas de aplicar as técnicas de engajamento que essa ferramenta oferece, sendo que o principal foco é atingir bons resultados em engajamento orgânico.

Porém, essas ações devem ser consideradas a longo prazo, uma vez que as ações orgânicas demoram mais para gerarem retorno com seus clientes. Para facilitar as operações de marketing, muitas plataformas desenvolveram opções de anúncios pagos.

Conheça melhor os anúncios pagos

Os anúncios pagos funcionam como impulsionadores de sua publicação, tomando a frente nos algoritmos de pesquisa e levando seu conteúdo a um grupo muito maior de pessoas, permitindo que novos clientes tenham acesso e comecem a seguir seu conteúdo.

É importante pensar que, diferentemente de mídias tradicionais, o impulsionamento de publicação permite um controle muito maior sobre as pessoas que serão afetadas.

Por exemplo, uma desentupidora em São Caetano do Sul pode limitar geograficamente as publicações para alcançar um público mais próximo.

Existem alguns meios comuns de pagamento para estas publicações, que dependem de seu objetivo com relação ao impulsionamento. São eles:

  • CPC;
  • CPA;
  • CPM;
  • CPV.

CPC - Custo por Clique

O CPC, ou Custo por Clique, é o tipo de publicação no qual você é cobrado a cada vez que um usuário clicar em seu anúncio.

Vantagens e desvantagens de utilizar anúncios pagos: gráfico do CPC subindo.

Isso significa que a pessoa deve ativamente interagir com a propaganda e se encaminhar a seu site para completar a transação.

CPA - Custo por Ação

Já no CPA, ou Custo por Ação, o pagamento é realizado somente quando o usuário realiza uma ação predeterminada por você. Isso não necessariamente indica uma compra, embora essa seja uma das possibilidades.

Um download de arquivo ou um cadastro também são opções para este tipo de ação, por exemplo.

Uma empresa de aluguel de geradores, por exemplo, pode desejar apenas conseguir novos leads para estruturar sua estratégia de marketing, e usar esse formato de anúncio para alcançar as informações.

CPM - Custo por Mil

Uma das mais comuns formas de realizar um anúncio pago é o CPM. Nesta opção, chamada Custo por Mil, sua publicação é cobrada a cada mil impressões realizadas.

Este é o melhor tipo de divulgação paga, principalmente se seu objetivo é se tornar mais conhecido e relevante.

Isso porque a chance de mais pessoas conhecerem seu conteúdo e se tornarem seguidores é bem grande, também dependendo de quanto tempo os anúncios ficarem no ar.

CPV - Custo por Visualização

Já o CPV é um tipo específico de anúncio, criado para conteúdos em vídeo.

O Custo por Visualização permite que você decida o quanto quer pagar de publicidade para cada visualização que receber de usuários, principalmente em plataformas específicas de vídeo, como o Youtube.

Porque utilizar anúncios pagos?

Hoje em dia, a maioria das estratégias de marketing já separa parte de seu orçamento para anúncios pagos em redes sociais e ferramentas de busca. Isso porque as vantagens desse tipo de publicidade acabam tendo resultados rápidos e com um custo reduzido.

Empresas de assessoria contábil, por exemplo, podem se destacar e conseguir melhores resultados se utilizarem as ferramentas de publicidade disponíveis na internet. Ou seja, entre os principais motivos temos:

Retorno x investimento

Uma grande facilidade dos anúncios pagos é a possibilidade de definir seus gastos para adequá-los à sua necessidade. É possível iniciar com um investimento pequeno, e ir aumentando-o conforme sentir a necessidade de ampliar os resultados.

Você pode criar um método de pagamento próprio, que escale junto com o crescimento de sua empresa. Quanto mais retorno você tiver, mais investirá em anúncios para alcançar públicos ainda maiores.

Essa é uma boa estratégia em especial para quem está começando, uma vez que ainda há o receio de não conquistar um bom acesso ao seu conteúdo. Ademais, o impulsionamento pode ajudar a concluir esse objetivo.

Fácil de avaliar

Uma importante parte de qualquer ação de marketing é a análise de resultados. Os anúncios pagos, normalmente, oferecem estatísticas em tempo real, sem que seja necessário fazer qualquer tipo de ajuste na publicação.

Vantagens e desvantagens de utilizar anúncios pagos: pessoas discutindo sobre estatísticas.

Uma empresa de serviços de engenharia civil, por exemplo, consegue mensurar com muito mais rapidez e tranquilidade todas as informações sobre as divulgações impulsionadas.

Dessa forma, você saberá exatamente os resultados que estão sendo conquistados com seu anúncio, conseguindo planejar seus próximos passos e compreender se as ações escolhidas estão gerando um bom retorno ou devem ser repensadas.

Otimização eficiente

Caso você perceba algum tipo de obstáculo para seu projeto através dos relatórios apresentados, as próprias ferramentas possuem opções para em instantes mudar o formato de publicação e evoluir seu conteúdo.

Assim, caso você sinta que não fez a melhor opção no começo da campanha, não é necessário ficar preso a ela perdendo resultados, conferindo assim a você um poder real de controle sobre seu investimento com propaganda.

Esse tipo de otimização não é útil apenas quando algo está dando errado. Caso seja do seu interesse ampliar os resultados da campanha, por estar percebendo que está alcançando bons resultados, você também pode com um simples clique aumentar seu investimento.

Segmentação correta

Quando pensamos em anúncios pagos, é comum traçarmos paralelos com métodos mais tradicionais de publicidade, como propagandas em jornais e revistas.

Entretanto, as plataformas de impulsionamento das redes sociais possuem diversos elementos de segmentação, podendo limitar o acesso à propaganda por região, interesses em comum, entre outros fatores.

Um exemplo são as empresas de jardinagem que podem limitar sua divulgação a pessoas que ativamente se interessem por esse segmento de mercado.

Assim, você consegue traçar o perfil de seu público-alvo para conseguir atingir o maior número de usuários que podem se interessar em seu conteúdo, conquistando ainda mais resultados com o anúncio.

Conheça os pontos de atenção da estratégia

Os resultados de ações patrocinadas são inegáveis. Entretanto, não basta simplesmente escolher um método de divulgação e pagar as tarifas. Você deve constantemente acompanhar os resultados, além de criar um bom planejamento para sua campanha.

O primeiro ponto a se considerar é seu orçamento. Embora o custo de um anúncio patrocinado seja muito inferior aos métodos mais tradicionais de marketing, ainda é preciso colocar no orçamento o quanto será investido com esse tipo de propaganda.

É importante ter em mente que os resultados serão mais lentos se houver menos investimento, então é preciso saber quanto de seu orçamento você pretende desprender nesse tipo de atividade.

Uma empresa de ônibus fretado, por exemplo, terá menos oportunidades de vender seus serviços se não tiver um bom investimento para aparecer na mídia que optou por divulgar.

O tempo de retorno de um investimento em anúncios pagos pode variar dependendo do foco que você planeja junto à ação. Para publicações com a ideia de aumentar o engajamento, a quantidade de seguidores ou curtidas, o retorno é bem rápido.

No caso de conversões de vendas, cadastros para leads e outras atividades mais complexas, é possível que o objetivo do anúncio demore um pouco mais para se concretizar, a não ser que você aumente consideravelmente o valor do investimento.

Apesar de muitas pessoas conhecerem apenas o programa de impulsionamento da ferramenta de busca Google, a verdade é que existem diversas opções no mercado. É importante definir qual tipo de publicação você deseja anunciar.

É preciso pensar onde o tipo de público de sua clinica de fisioterapia, por exemplo, passa mais tempo quando está na internet, para fazer uma escolha assertiva com relação ao impulsionamento.

Para fazer seu site se destacar no Google, onde milhões de pessoas fazem buscas constantes todos os dias, você pode contar com os serviços da própria plataforma para marketing digital.

Outra opção interessante é utilizar suas redes sociais para impulsionar publicações, recebendo uma maior notoriedade dentro de cada plataforma.

Todas as principais redes, como Facebook, Instagram e Twitter, possuem ferramentas de marketing para empresas com opções de impulsionamento.

Vale lembrar que só o anúncio não é suficiente para garantir resultados bons para sua publicação. É importante pensar na qualidade oferecida, e em formas de engajar seu conteúdo depois que o período do anúncio acabar.

Você ainda é responsável pela qualidade de seu trabalho, e não importa o valor que seja gasto com publicidade nas redes, os resultados esperados devem ser fruto desse esforço.

Assim, se você desejar fazer uma ação de remarketing para aproveitar o impulsionamento de sua publicação, é importante criar um material relevante e útil para os usuários, atraindo assim a atenção deles.

Considerações finais

Existem diversas formas de conseguir alavancar seu conteúdo nas redes, e nenhuma delas é independente das outras. Por isso, quando estiver planejando sua estratégia de marketing, é importante sempre ter em mente as vantagens de utilizar anúncios pagos.

Eles podem aumentar ainda mais a quantidade de usuários que irão acessar seu conteúdo, atingindo resultados rapidamente e de forma orgânica.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.