HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Como tornar um negócio exponencial?

Home  >   Blog  >   Como tornar um negócio exponencial?
Publicado em 01/09/2021

Hoje em dia a maioria de nós já ouviu falar ou mesmo já utilizou uma plataforma que facilita a nossa vida, seja para transporte, assistir filmes ou comprar um produto online. Mas pouca gente sabe que esse modelo é o de um negócio exponencial.

Além disso, muitos empresários observam essas marcas crescendo absurdamente e dominando o mercado, para se tornarem grandes referências no mundo corporativo, mas nem imaginam que esse modelo de negócios pode ser replicado em sua empresa.

De fato, quando falamos em cases de sucesso, você pode pegar o caso de uma rede de fornecedores de produtos para pet shop que começou pequena e hoje simplesmente atende o país todo, tendo crescido em escala com o passar do tempo.

Como tornar um negócio exponencial: equipe discutindo estratégias de crescimento.

Aliás, às vezes é em um curto espaço de tempo que essas marcas crescem e engolem todos os concorrentes. Também assim, você pode encontrar vários pet shops de bairro que nunca cresceram, cujos donos talvez vivam reclamando do faturamento.

Inclusive, um dono ou empresário que vive reclamando “do faturamento”, “da crise”, “da falta de oportunidade” e daí em diante, certamente é um empreendedor que ainda não entendeu como sua mentalidade muda os rumos do seu negócio.

Por exemplo, se você pegar alguém da área de empresas terceirizadas de limpeza e conservação, essa pessoa pode ter uma visão de que as coisas vão mal, ou reconhecer que o segmento de facilities é um dos que mais cresce no mundo.

Afinal, cada vez mais surgem pequenas empresas que não têm a infraestrutura para contratar funcionários de serviços básicos como limpeza, recepção ou segurança, então sempre haverá oportunidade nessa área, mesmo na pior crise.

Enfim, todos esses fatores de cultura organizacional e de filosofia das marcas apontam para o modelo do negócio exponencial, que é o formato das grandes empresas e marcas que ganham escala mesmo enquanto outros diminuem ou quebram.

Por isso decidimos escrever este artigo, trazendo aqui os melhores conceitos e conselhos práticos sobre como se tornar um negócio desses, além de explorar as características e impactos que isso pode causar no médio e longo prazo.

O mais bacana é que hoje essas estratégias cresceram tanto que já podem ser aplicadas a praticamente qualquer tipo de negócio, seja uma loja de roupas diferenciadas ou uma empresa de motoboy, que queira se diferenciar e criar algo disruptivo.

Então, se você quer entender a fundo quais são os princípios que norteiam os negócios exponenciais, tornando sua marca realmente promissora e com alto valor de mercado, basta seguir adiante na leitura deste artigo.

Negócio Exponencial: o que é?

Até aqui já deu para entender que um negócio exponencial nada mais é do que um modelo de negócio, que foge totalmente da curva normal de crescimento, graças a um conjunto de diferenciais que ele comporta desde a fundação.

É aí mesmo que surgem alguns pontos interessantes. Primeiro, o fato de que, ao contrário do que alguns imaginam, esse tipo de negócio não é exclusivo deste ou daquele segmento, como se apenas empresas de TI, ou aplicativos mobile, pudessem ser exponenciais.

Segundo, o fato de que embora o comum seja um negócio exponencial já surgir com os valores que o configuram assim, isso não chega a ser uma regra. Ou seja, mesmo uma firma que faz serviços de mecanica há anos pode vir a assumir esse modelo.

Deste modo, as principais características de um negócio exponencial são:

  • Contratação sob demanda;
  • Atração orgânica de talentos;
  • Inovação e experimentação;
  • Elevada automatização de processos;
  • Aplicação de TI em alto nível;
  • Gestão horizontal e participativa;
  • Infraestrutura enxuta e móvel.

Uma síntese para todos esses traços apontaria para um cenário facilmente definível. Trata-se de marcas ou empresas que têm valores muito enraizados, como uma verdadeira filosofia de trabalho, e operações extremamente eficientes.

Ou seja, elas sabem qual é sua missão, e não perdem tempo quando o assunto é operacionalizar essa missão, focando sempre em otimização de processos, redução de custos, aumento de resultados e qualidade de vida dos colaboradores.

É justamente aí que entra o papel da tecnologia, como grande facilitador no dia a dia. Além de inovações como home office, coworking, aplicativos de integração humana e criação de comunidades, entre outros que seguem na mesma linha.

Como e por que sonhar grande?

Um ponto indiscutível sobre como se tornar um negócio exponencial, com alto potencial de escala e de crescimento sólido e sustentável, é que você precisa querer isso.

Parece óbvio falando assim, mas a verdade é que para muita gente o pouco já é suficiente. Ou seja, mesmo sendo um empreendedor, que é alguém que já assume riscos acima da média, não necessariamente a pessoa tem um desejo enorme de evoluir.

Contudo, para criar um negócio escalável, seja como criador de uma rede social revolucionário ou como alguém que começa facilitando a vida das empresas de logística SP, você precisa ter essa capacidade de ter um propósito grande desde já.

Como tornar um negócio exponencial: empresário feliz com os resultados da sua empresa.

Você pode definir isso na filosofia da marca, ou na cultura organizacional da empresa, ou ainda nos famosos pilares de Missão, Visão e Valores. Seja qual for o nome que você der, a meta precisa ser grande e estar muito clara.

Por exemplo, ser a maior agência de marketing da América Latina. O único cuidado a tomar é que o propósito não seja genérico, mas embasado em um mapa muito claro do que fazer para chegar lá, com um passo a passo dos próximos anos.

Com isso você também promove a inovação contínua, e realmente disruptiva, que são palavras comuns de ouvirmos hoje, mas que poucos sabem como torná-las reais.

Entenda que não se chega lá sozinho

Quem gosta de cultura corporativa e de cases de sucesso já deve ter ouvido a frase que diz o seguinte: “Se você quer chegar rápido, vá sozinho, se quer chegar longe, vá acompanhado”.

É disso que se trata, você precisa entender que, na prática, um negócio exponencial precisa obrigatoriamente ter uma gestão de talentos única. Ou seja, seu RH não pode ser só mais um setor da empresa, que fica de lado na hora de tomar decisões sérias.

Se é uma empresa de segurança eletrônica, cada colaborador vai ter de entender a missão da empresa, não apenas assimilando aquilo como um conteúdo, mas se engajando de verdade e de maneira pessoal.

É claro que cargos mais operacionais têm uma margem menor de impacto na estratégia geral, contudo são fundamentais pois representam a cara da empresa para o cliente.

Além disso, o segredo está justamente em garantir que todos na corporação estejam na mesma página, desde o pessoal da recepção até o da diretoria. Só assim você terá profissionais acima da média e cumprirá as exigências do modelo exponencial.

Sobre indicadores de desempenho

Falamos sobre sonhar grande, mas é preciso fazer algumas ressalvas. Um dos maiores problemas das empresas atuais é que muitas vezes existe um ímpeto e um pragmatismo muito grande, mas nada de controle e análise.

Parece chato fazer análises, quando na verdade nenhum negócio pode chegar a ser exponencial ou mesmo minimamente sustentável sem isso.

Tanto é assim que existem ferramentas e KPIs (Key Performance Indicator), que são Indicadores-Chave de Desempenho, para absolutamente todos os setores internos de uma empresa, seja qual for seu nicho de mercado.

Por exemplo, uma empresa de portaria terceirizada pode usar um KPI mais prático e operacional, como para mensurar a curva de crescimento na captação de novos clientes, ou o número de retenção e fidelização deles.

Mas também pode (e deve) ter KPIs na área de marketing, cruzando informações com o comercial para ver se os leads estão sendo bem aproveitados no sentido de converter os clientes com mais rapidez e segurança.

Do mesmo modo, ela pode ter KPIs na área de RH, analisando qual é o tempo normal para reportar talentos, qual a qualidade das contratações, a melhorias na competência e treinamentos de colaboradores mais antigos, e daí em diante.

Domine seus custos e seus ganhos

Por fim, quando a máquina já está girando e os resultados estão acontecendo de modo sólido, inclusive com indicadores que permitem ter controle sobre o presente e projeções seguras para cenários futuros, ainda falta um ponto.

Trata-se de ter um controle ou gestão eficaz dos custos e lucros da empresa. Até aqui falamos bastante sobre a escala, como um escritório de contabilidade no ABC que quer ampliar para o estado todo, e depois para o Brasil inteiro.

Para isso, não basta sair do risco de falência ou manter os pagamentos em dia. É preciso reservar uma quantia em percentual fixo para reinvestir na marca, só assim permitindo um crescimento sólido, sustentável e realmente exponencial.

Considerações finais

Falar em negócios exponenciais e marcas revolucionárias pode parecer fácil, mas criar algo assim ou formatar sua empresa nesse modelo de negócio é bastante desafiador.

Com os conceitos imprescindíveis e os conselhos práticos que trouxemos acima, certamente você vai conseguir dar seus primeiros passos nessa direção e manter um negócio com alto poder de escala, solidez e sustentabilidade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.