HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Dicas para fazer call to action

Home  >   Blog  >   Dicas para fazer call to action
Publicado em 19/08/2021

Definimos o Call to Action como sendo uma ação muito comum nos sites, e-mails e páginas, indicando para o usuário o que deve ser feito. Então, um Call to Action, ou CTA, será um link ou um botão, tendo uma cor em destaque, explorando assim os termos no imperativo como “acesse” e “clique”.

Atualmente, todos os dias somos impactados por diversas chamadas em diversos ambientes. Como por exemplo: empurre, aberto, entre, sorria, você está sendo filmado, entre outros.

Todos esses anúncios vão indicar o que a gente deve fazer neste contexto, sendo uma forma de interagir com as pessoas. E dentro do meio online isso não seria diferente.

Dicas para fazer call to action: imagem escrito call to action e uma xícara de café.

Existem diversas ações que a gente deseja realizar, tais como um cadastro, formulário, download, pedir um orçamento ou até acessar um post dentro do blog.

Se você deseja entender mais sobre Call to Action continue neste artigo. E se você quiser saber mais sobre o assunto, se inscreva em um Curso Online com Certificado desta área, o certificado será a comprovação dos seus estudos.

Então, pegue caneta e papel, e anote tudo que vamos lhe passar.

Vamos lá?

O que é Call to Action (CTA)?

A função do Call to Action é servir de ponte para as ações. Ele deverá refletir em uma única chamada que será proposta pela empresa. O Call to Action servirá para indicar o próximo passo que a sua empresa quer que um visitante realize.

O Call to Action no processo de conversão

Cada etapa que o usuário passar vai exigir alguns cuidados próprios. Por isso, seu site deverá estar preparado para atingir os objetivos específicos:

  • Atenção: esse será o momento em que você deverá conquistar a atenção exclusiva de um visitante e fazer com que ele continue na sua página.
  • Interesse: após obter a atenção, o visitante deverá ter interesse sobre o que está olhando e, consequentemente, procurar as devidas informações sobre os produtos.
  • Desejo: após o visitante ter um interesse nos produtos, você deverá certificar-se de que os produtos atendem às necessidades do cliente.
  • Ação: por fim, mas não menos importante, com a decisão tomada, é realizada agora a ação da conversão.

Como o CTA funciona na prática

Há uma forma simples que funciona para identificar se o seu Call to Action está chamando a atenção dos seus visitantes.

Para testar, chame um amigo que ainda não conheça o seu site e peça para ele olhar a sua página. Peça para ele olhar por 5 segundos a página do navegador e pergunte o que havia na página.

Dicas para fazer call to action: empresário mostrando à sua amiga uma página da Internet.

Se ele não souber responder, é muito provável que o seu Call to Action não esteja funcionando como deveria.

Com o objetivo de aumentar a atenção dos seus visitantes, você deverá tomar alguns cuidados, como por exemplo:

  • Analise o tamanho do Call to Action em relação aos demais elementos da página;
  • Veja a posição adequada do CTA;
  • Estude sobre a composição de cores da página;
  • Saiba escolher as imagens certas.

O grande objetivo dos textos no CTA é fazer com que o visitante entenda o que vai acontecer em seguida, e que ele se sinta seguro no seu site.

Onde colocar um Call to Action

Hoje em dia, todas as empresas devem ter site com um bom objetivo. Por exemplo, algumas empresas têm o objetivo principal de vender um produto, em outras empresas tem o objetivo de o visitante fazer algum download de materiais, pedidos de orçamento, entre outros.

Com isso, a maioria das páginas deveriam ter um bom Call to Action, ou seja, indicar ao visitante qual será o próximo passo a ser dado dentro do site.

Entretanto, hoje em dia é muito comum encontrar sites que foram feitos sem pensar em objetivos claros, os posts das páginas não têm um objetivo específico. Levando assim as empresas a perder diversas oportunidades de negócio.

Veremos a seguir 3 ações que podem melhorar o seu CTA

1. Personas

Parece algo simples, mas sempre pense para quem será oferta o seu produto e qual será o problema da sua persona com essa oferta.

Como por exemplo, em um post no blog que será focado em uma empresa de tecnologia que oferece um Curso de Informática, um artigo sobre as estratégias para melhorar a educação não terá nenhum sentido para a persona que você deseja atrair.

2. Estágio da oferta dentro do nível de compro do cliente

Sempre pense em CTAs que fazem total sentido para a oferta que você está apresentando.

Como por exemplo, um Call to Action de pedido preencher um formulário em um artigo que possui o objetivo de atrair visitantes que tem o objetivo de aprender sobre marketing provavelmente não terá uma boa performance.

Então, podemos destacar que uma página onde você explica o seu produto, não fará sentido em um Call to Action que tem a finalidade de obter uma assinatura na newsletter.

3. Contexto do CTA

Como você já sabe o contexto do CTA será fundamental para definir o seu sucesso.

Quando um visitante acessa uma página do blog, ele pode encontrar dois CTAs: um que será de inscrição em algum curso, para o que está mais perto do momento de compra, e outro será oferecido um material, cujo a função é atrair o interesse do visitante em contratar o curso.

Depois de ler sobre as dicas para fazer call to action, você ficou com alguma dúvida?

Se você gostou do que leu, comente aqui embaixo sobre essas dicas e mande os resultados logo a seguir. E se quiser compartilhe essas dicas com os seus amigos e amigas.

Grande abraço e até o próximo post!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.