HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Marketing empresarial: veja o que é e como fazer

Home  >   Blog  >   Marketing empresarial: veja o que é e como fazer
Publicado em 09/04/2021

O marketing empresarial é essencial para que a marca alcance resultados em seus segmentos. Existem inúmeras maneiras de realizar estratégias de marketing, principalmente as que têm como objetivo aumentar o número de vendas.

Com uma boa estratégia de marketing a empresa atinge objetivos e define metas de curto, médio e longo prazo, de acordo com a realidade da marca e do segmento. Tendo isso em vista, o marketing empresarial vem de apoio a esses métodos.

Neste artigo destacamos as melhores formas de criar um marketing empresarial e como aplicar na sua empresa especializada em construção civil ou em seu salão de cabeleireiro, oficina e afins. Basta adequar as dicas para a sua realidade!

Marketing empresarial: veja o que é e como fazer: notebook aberto mostrando um gráfico em barras.

Os 4 P’s do marketing empresarial

No marketing empresarial existem formas de saber destacar o seu produto para entender as formas de divulgá-lo da melhor maneira possível. O primeiro passo para qualquer campanha de marketing é formar um conceito do que é o seu produto.

Para isso, defina os 4 P’s, que são: o produto, a praça, o preço e a promoção. Vejamos um pouco de cada um:

1 - Produto

O produto é o que será vendido, e tudo que envolve sua criação até a venda. Você está oferecendo algo necessário para os consumidores? Qual a diferença do seu produto em relação à concorrência? Qual o destaque? Quais seus potenciais?

Essas perguntas ajudam o empreendedor a definir como construir um produto de qualidade para o mercado. Seu objetivo pode ser criar uma loja de EPI ABC, mas se pergunte qual o potencial de sua loja e destaque TODOS os produtos que serão oferecidos.

Quais os caminhos para adquirir a mercadoria e os parceiros que te ajudarão em todos os processo antes, durante e após a venda. Os diferenciais devem ser claros a ponto de que todos percebam que naquele local existe um comércio diferente.

2 - Praça

A praça é o local onde o produto ou serviço será vendido, quais os melhores locais para o que os consumidores adquiram os produtos vendidos pela sua marca. Imagine uma empresa de limpeza terceirizada, qual o local de atuação desse segmento?

Pesando de forma rápida, é possível lembrar de casas, apartamentos, empresas grandes e gerais que aceitam contratar uma ou mais pessoas para realização de uma limpeza diária ou semanal. Isso é a praça do segmento ou do produto.

E o meio digital? Caso essa seja sua dúvida, o ambiente digital se tornou um estilo de praça dos mais modernos e lucrativos de todos. Isso faz com que diversas empresas realizem campanhas elaboradas e modernas de marketing digital para expandir sua marca.

Definir a praça é importante para que seja possível definir os locais que serão realizadas as estratégias de marketing, bem como para definir os melhores investimentos. O ramo de atuação da empresa deve ser versátil.

3 - Preço

Preço é o valor final do dano por todo um processo de trabalho realizado por uma empresa. Muitas pessoas confundem preço com valor e, por isso, erram na hora de precificar seus produtos ou serviços.

O preço de um produto deve englobar tudo o que custeou a fabricação, entrega, produção, engenharia e divulgação, para que seja possível obter um ganho que cubra todas as despesas e gere renda positiva para a marca.

Somente um produto que tenha um bom valor de mercado poderá ser vendido por um preço relevante a ponto de pagar todas as despesas do produto.

Pensando nisso, algumas empresas de contabilidade costumam ajudar microempreendedores a definir o valor de seus produtos, visando um lucro considerável e a não existência de prejuízos.

Então, para precificar o seu produto é preciso apenas conhecer o segmento e todos os custos que envolvem a sua criação até a venda. Esse processo é muito utilizado por uma empresa administradora de condomínios para definir o aluguel, assim como outras marcas.

Investir em campanhas de promoção (próximo “P” que explicaremos), possibilita a geração de valor de mercado, aumentando o preço do produto, consequentemente aumentando o lucro da marca.

4 - Promoção

A promoção de uma marca é feita por meio de estratégias que levarão o cliente até a compra. Existem muitas estratégias para promover um produto para diversos tipos de clientes e diversos tempos de interesse.

Por isso, para realizar a promoção de um produto, é preciso ter definido muito bem os outros 3 P 's que explicamos agora há pouco. Assim será possível a elaboração de uma boa estratégia de divulgação do seu produto.

Conheça o seu cliente, imagine os locais de carência da sua empresa e busque cobrir com estratégias e investimentos essas lacunas. Inclusive, um dos grandes erros das pessoas é achar que investir em marketing é um custo desnecessário ou elevado demais.

Marketing empresarial: veja o que é e como fazer: analistas conversando sobre personas.

Isso faz com que elas fiquem atrasadas e percam clientes que farão muita falta em um cenário onde eles evitam ir até lojas físicas. O ponto principal de toda promoção é investir no local onde os clientes estarão engajados de forma forte.

Cada segmento tem suas forças, por exemplo, uma empresa de fomento mercantil ou salões de beleza são muito fortes na presença física. Já a venda de acessórios nerds pode ser criada inteiramente no ramo digital. Por isso, defina o seu público e invista nele.

Atente-se aos feedbacks

Feedbacks são muito positivos em qualquer ramo. Fazer campanhas pedindo para os clientes contribuírem com comentários são importantes para saber como o seu ramo está indo.

Além disso, outras vantagens são as seguintes:

  • Feedbacks geram interesse do cliente;
  • Feedbacks de clientes são gratuítos;
  • Expõe erros e acertos para a marca;
  • Possibilitam a mudança imediata da empresa.

Você pode ligar para os seus clientes e perguntar como foi a experiência de compra e no que a marca poderia melhorar. Para as empresas do ramos digital, ler os comentários e caixas postais possibilita uma boa relação entre a marca e o consumidor.

Seus colabores são pessoas e não máquinas

Nada prejudica mais uma marca do que pessoas que não acreditam no projeto, por isso uma das estratégias mais fortes utilizadas nos dias atuais é o chamado endomarketing. Essa estratégia se responsabiliza por cuidar dos colaboradores e gerar um equipe.

Uma equipe unida é capaz de superar diversos obstáculos. Incentivar os colaboradores com palestras, horários flexíveis e se possível até com bônus ou participação nos lucros, darão aquele gás para que eles ajudem nos momentos necessários.

Pense que um líder deve fazer a gestão do negócio, e não se faz negócio sem colaboradores. Uma pessoa incentivada e feliz em seu ambiente de trabalho produz muito mais. Gerir um negócio é criar um meio social completo que passa por todos os envolvidos.

Lembre-se da importância do Marketing Digital

Toda empresa precisa investir um pouco em marketing digital, então, realizar o marketing empresarial sem contar com a força das redes sociais e da internet é uma furada. Cada segmento exige um tipo de marketing digital, mas em geral o foco é nas redes e em sites.

Por exemplo, uma distribuidora de produtos de limpeza é capaz de realizar serviços para diversos locais, mas por algum motivo não investe em marketing digital, e assim não é encontrada em outras cidades ou estados.

As redes sociais geram um grande engajamento e possibilitam a interação entre clientes e empresas. Basta que sejam realizadas publicações constantes e interessantes para que o público interaja.

Blogs também são uma boa fonte de geração de autoridade para a marca, uma vez que a empresa aposta em assuntos de domínio. Consumidores se tornam clientes em potencial ao lerem com constância as publicações.

Assim, comércios, como uma empresa de niquelação que tem um público mais específico, ficam conhecidos no seu segmento, gerando mais clientes e expandindo a marca. Isso também é feito com empresas de advocacia, por exemplo.

Por fim, o marketing digital se baseia em estratégias SEO que são formas de serem encontradas com mais facilidade em mecanismos de pesquisa. Então as postagens são feitas seguindo padrões para que se ganhe engajamento no meio digital.

Dessa forma, conseguem trazer mais pessoas para o site da empresa e redes, gerando orçamentos e compras virtuais ou até a criação de parceiros. O SEO é utilizado por toda empresa que investe em marketing digital.

Considerações finais

Aqui nós ensinamos você a criar seu plano de marketing, criando um mundo empresarial mais democrático, mas uma das forças de um empreendedor é entender e assumir os seus limites.

Pensando nisso, saiba que se for a sua realidade, sempre existe a possibilidade de contratar uma empresa especializada na criação de planos de marketing que se adequam com a realidade da sua marca.

Apesar do que muitos dizem, não é muito caro, além de que não deve ser visto como um gasto, mas como um investimento, pois a geração de cliente será mantida para sempre após a realização dos trabalhos.

Agora que você já sabe o que é marketing empresarial, pode começar a aplicar em seu negócio!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.