HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Marketing viral: o que é e como fazer?

Home  >   Blog  >   Marketing viral: o que é e como fazer?
Publicado em 23/07/2021

Quando um anúncio publicitário realmente atende às expectativas do público, ele pode gerar tanto engajamento, que se populariza rapidamente, e em grande escala, então falamos de marketing viral.

A evolução desse tipo de marketing contribui para o engajamento do público, assim como para a divulgação de produtos e/ou serviços, conquistando novos públicos rapidamente e gerando brand awareness, ou seja, o forte reconhecimento da marca.

Essa é uma vertente do marketing que tem como foco principal o incentivo ao compartilhamento, à ampla visualização, com uma quantidade elevada de comentários e curtidas.

E como o público-alvo é a mídia utilizada pela equipe de marketing de uma empresa, como de um buffet self service quente e frio, pois quem torna o conteúdo viral, é o próprio público, essa é uma estratégia que possui um baixo custo e um alto potencial.

Marketing viral: o que é e como fazer: imagem com o símbolo de compartilhamento.

Para que um conteúdo “grude” na cabeça das pessoas, existe um extenso planejamento que envolve todo o processo criativo do anúncio, além de um pouco de sorte para que o público realmente se engaje com o conteúdo.

Nesse artigo falaremos justamente sobre esse processo, com dicas sobre o que fazer e o que não fazer, para garantir um desempenho de seus conteúdos que supere as expectativas. Continue lendo e confira como tornar sua campanha um anúncio viral.

O que fazer para tornar uma campanha memorável?

Considera-se marketing viral todo tipo de conteúdo de cunho publicitário em que a estratégia de divulgação envolve um estímulo, ou um encorajamento, para que a mensagem seja passada adiante pelo usuário.

Ações desse tipo realmente trazem muita visibilidade, ao destacar uma determinada marca entre as demais empresas de limpeza e conservação, ou em qualquer que seja o segmento para o qual a ação foi empregada.

Mas existem muitos pré-requisitos a serem cumpridos para que a estratégia realmente funcione.

E também é necessário ter cuidado para que não se gere uma interpretação e uma recepção negativa: tornar-se viral por algo negativo costuma ser um grande problema e, em alguns casos, é bem pior do que não ser visto.

A seguir separamos 7 dicas para você acertar na estratégia de marketing viral, e tornar o seu próximo anúncio de geladeira industrial inox, por exemplo, um recorde de engajamento e compartilhamento, resultando em muitas vendas para o seu negócio.

1. A persona sempre é seu ponto de partida

A base do marketing viral é o público, então é necessário estudá-lo e analisá-lo cuidadosamente. Entender o seu público é um pré-requisito, pois é imprescindível saber o que agrada ou não.

As diversas ferramentas de análise de métricas das redes sociais, como o Google Analytics ou o Facebook Audience Insights, por exemplo, podem ser grandes aliadas para trazer maior compreensão sobre o comportamento do público.

Assim é possível identificar os padrões de comportamento da(s) sua(s) persona(s), assim como quais conteúdos geram mais engajamento.

É fundamental também entender o comportamento do seu público em relação ao compartilhamento de conteúdos, que vai muito além de gostar ou não do que foi visualizado.

É algo bem mais sutil, relacionado não somente com o indivíduo, mas com seu grupo social, então é necessário encontrar o ponto que desencadeia a ação.

Geralmente, materiais que tocam os sentimentos mais básicos costumam ser os mais virais, pois são comuns a grande maioria das pessoas, ou seja, tanto a compreensão quanto a identificação ocorrem de forma mais simples.

2. Foque no seu ciclo de vendas

Uma campanha publicitária tem que ser fiel ao que o seu produto ou serviço realmente tem a oferecer para o público.

Por mais que utilize metáforas ou recursos lúdicos, as ações promocionais virais de um determinado produto de destaque, como um fermentador de cerveja, sempre correspondem à realidade.

Em um exemplo prático, fazer um anúncio com um produto em uma cor que não está disponível para a venda, provavelmente fará com que o consumidor se sinta lesado.

Aconselhamos pensar em marketing como uma forma de potencializar tudo de bom que o seu produto/serviço tem a oferecer, todas as soluções e satisfações que ele traz.

Marketing viral: o que é e como fazer: o que é e como fazer: mulher surpresa abrindo um presente.

Vale ressaltar aqui que, por trás de uma ação de marketing viral realmente bem sucedida, está a qualidade e o valor inerente ao produto ou serviço oferecido.

3. Não planeje para ser viral

Não existe uma garantia de viralização, e a verdade é que tudo depende do momento em que o público se encontra, se realmente haverá o efeito planejado ou será apenas mais uma campanha.

O profissional ou a equipe responsável trabalham para potencializar esse efeito, mas o mais simples e espontâneo costuma ser o destaque. É importante entender que não é sobre o seu produto ou serviço que ocorre o “efeito viral”, e sim sobre o conteúdo criado.

Seu produto está subentendido nele, de forma tão natural que o público gosta de assistir, e escolhe, por livre e espontânea vontade, compartilhar sua campanha, sem se importar ou, às vezes, nem se dar conta, que se trata de uma propaganda.

Então, aposte na criatividade com as seguintes frentes:

  • Tiradas cômicas;
  • Uso de memes;
  • Criações motivas;
  • Formatos inusitados e inesperados;
  • Causar estranheza.

Esses são alguns exemplos de formas de contextualizar a aparição de seu produto/serviço, que por sua vez, já possui um conceito delineado, como frisamos no tópico anterior.

4. Faça algo simples e seja relevante

Ao desenvolver uma campanha para determinada marca, como uma empresa de terceirização, saiba que o grande diferencial não está na aparição de uma figura famosa, e sim na simplicidade da ideia, naquilo que realmente se conecta ao momento do público.

5. Utilize canais de massa

Aposte em canais que permitem o compartilhamento em massa, e em diferentes plataformas. Nesse sentido, o destaque vai para o YouTube, que permite essas funcionalidades, além de ser, por si só, uma mídia social global.

É essencial que as campanhas cheguem facilmente às redes sociais, como Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn ou Google+, e sejam de fácil absorção. As redes sociais são a forma mais simples de criar a multiplicação em massa, ou seja, o movimento viral.

6. Incentive o compartilhamento

Para que o público faça ações como compartilhar ou interagir com uma ação de marketing de um produto como mangueiras e conexões hidraulicas, por exemplo, é necessário explicitar isso de forma carismática.

Algumas dicas para criar esse estímulo são investir no desenvolvimento das CTAs, as Call to Action, ou chamadas para ação, usar as hashtags de forma estratégica, fazer postagens colaborativas ou oferecer algo exclusivo em troca do compartilhamento.

7. Esteja preparado para o sucesso

Por último, é fundamental que, tanto estoque quanto equipe, estejam realmente preparados para atender a demanda resultante de uma campanha de marketing viral bem sucedida.

Um negócio de sucesso, como uma empresa de automação predial, investe alto na qualificação e educação de sua equipe, afinal, são a interface entre marca e público.

O que não fazer: os maiores erros

Após conferir as dicas sobre como fazer, é hora de falarmos também sobre o que deve ser evitado em suas campanhas.

Criamos aqui uma checklist exclusiva para garantir o sucesso de suas campanhas, aumentando as chances de viralização ao evitar esses erros mais comuns:

  • Aproveitar-se de situações negativas;
  • Tratar de temas delicados, polêmicos e complicados;
  • Focar apenas em publicidade;
  • Criar uma campanha sem objetivo ou propósito definido;
  • Não considerar as possíveis consequências;
  • Não pensar no público-alvo.

Também não deixe de lado as demais estratégias e ações publicitárias. O marketing viral, sozinho, não é suficiente para o sucesso de uma campanha.

Essa é uma excelente ferramenta para popularizar uma marca, conquistar mais leads, ampliar o alcance e fidelizar sua base de clientes, mas precisa de esforços contínuos ocorrendo paralelamente em outras frentes.

Considerações finais

Após essa leitura, você possui em mãos todas as dicas para uma campanha de marketing viral de sucesso, pois sabe como conduzir sua estratégia, no que apostar e quais erros evitar.

Conforme colocado, para haver a viralização de fato, é necessário contar com um fator aleatório, com o real engajamento do público, mas ao procurar por formatos que incentivem a divulgação de sua mensagem, já há um ganho efetivo.

Ao desenvolver campanhas que geram algum impacto e permanecem na memória do público, garante-se o diferencial competitivo da marca, ou seja, chances maiores de resultado.

Uma grande organização, como uma empresa especializada na instalação de alarmes residenciais, sabe que investir nessa estratégia possibilita grandes chances de um crescimento rápido e exponencial de sua marca.

E como consequência disso, está a alavancagem das vendas, conquista de novos clientes, fidelização de consumidores e posicionamento no mercado, ou seja, muito sucesso para os negócios.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.