HOME
EMPRESA
SERVICOS
CLIENTES
PLANOS
BLOG
CONTATO

Saiba quais as melhores ações de marketing de conteúdo

Home  >   Blog  >   As melhores ações de marketing de conteúdo
Publicado em 30/01/2020

Nos últimos anos o marketing de conteúdo se tornou uma das estratégias mais disseminadas e mais promissoras da publicidade de vários tipos de empresa.

De fato, não existe contraindicação para essa modalidade de marketing que pode atender qualquer segmento e nicho de mercado. Desde que aliada, é claro, às boas práticas e a alguns conceitos indispensáveis da área.

Como diz seu próprio nome, esse tipo de método foca os esforços na criação de conteúdos, de modo que eles possam ser relevantes para o público-alvo daquela solução específica e trazer cada vez mais gente interessada.

Ou seja, o marketing de conteúdo não visa promover a marca da empresa de modo explícito e imediato.

Para isso, ele conta com estratégias intercalares que têm a função de fazer os leads evoluírem até se tornarem clientes efetivos e fiéis.

As melhores ações de marketing de conteúdo - equipe discutindo.

Outro ponto essencial é que a distribuição dos conteúdos deve ser feita de modo gratuito, por meio de artigos, posts em redes sociais ou mesmo e-books, infográficos e afins.

O que se sabe é que ao fazer isso a empresa fortalece sua marca no mercado como um todo, tornando-se uma autoridade no assunto e ganhando muito mais (no médio e longo prazo), do que em qualquer outra estratégia de marketing.

Portanto, se você quer ficar por dentro de tudo que o marketing de conteúdo pode trazer para sua marca, além das principais ações que podem ser tomadas nessa área, siga conosco até o fim da leitura.

Por dentro do inbound e do funil de vendas

Do pouco que foi citado acima já deu para perceber que dois conceitos são imprescindíveis a esse tema. O primeiro é o da diferença entre inbound e outbound marketing; o segundo, o do funil de vendas.

O outbound marketing remete às propagandas publicitárias tal como a maioria das pessoas as conhece. Alguns exemplos são os anúncios de rádio, de televisão e a panfletagem de rua.

Uma empresa que instala rede de proteção para sacada de apartamento, por exemplo, e distribui panfletos nas caixas de correio da sua região, pratica essa modalidade.

Já o inbound marketing remete ao marketing de conteúdo, e diz respeito a artigos de blogs, postagens em mídias sociais e todos os materiais que não tenham forte apelo comercial, mas apenas instruam o público sobre a solução oferecida.

Segmentos mais populares podem conseguir excelentes resultados por meio do marketing de conteúdo, desde lojas de roupas e joias até grandes marcas de alimentação e produtos de massa.

No caso da alimentação, todo material sobre informações nutricionais e dicas de saúde é sempre bem-vindo.

Nos demais casos, informações sobre a matéria-prima e os modos de confecção podem atrair vários leitores.

O mesmo ocorre com os setores mais nichados e técnicos. Por exemplo, uma empresa de manutenção preventiva de transformadores pode encontrar um público bastante fiel ao escrever semanalmente sobre esse setor de energia elétrica.

Já o conceito de funil de vendas é justamente o que faz os leads avançarem do estágio de meros visitantes e leitores até o de cliente, conforme as seguintes etapas:

  • Aprendizado e descoberta: visitantes;
  • Reconhecimento do problema: contatos;
  • Considerações da solução: prospects;
  • Decisão de compra: consumidores efetivos;
  • Clientes frequentes: fãs da marca.

Cabe ao marketing de conteúdo considerar cada um desses pontos e articular os materiais para cada tipo de lead, de modo que a pessoa vá evoluindo no momento de adquirir um produto/serviço.

As vantagens desse trabalho de médio e longo prazo é que uma vez convertidos esses clientes têm muito mais qualidade do que compradores esporádicos.

Como iniciar o gerenciamento de um blog

Como vimos acima, poucas técnicas de marketing são capazes de transformar os compradores em verdadeiros clientes (fãs, defensores e propagadores do seu negócio), tanto quanto o marketing de conteúdo.

Os blogs são a estratégia por excelência dessa modalidade de marketing. É por meio de artigos que as instituições são capazes de se comunicar de modo construtivo, consultivo e relevante com o seu público, seja ele qual for.

Ao escrever sobre sistema automático de detecção de incêndios, por exemplo, uma empresa pode ampliar e muito seu alcance no mercado. A dica de ouro aqui é que as matérias sejam bem escritas e cumpram um cronograma previsto.

Ser bem escrita vai além das regras de gramática, que são um pré-requisito. Inclui também a originalidade do material, pois de nada adiantaria apenas copiar e colar o conteúdo de outros portais, não é mesmo?

As melhores ações de marketing de conteúdo: pessoas olhando as redes sociais.

Além disso, é fundamental encontrar o tom certo e falar na mesma linguagem do seu público. Ou seja, os jargões de um técnico de conserto de gerador de energia não fariam sucesso em um blog de viagens, e vice-versa.

Com o tempo os clientes serão educados a esperar suas publicações, sejam quinzenais, semanais ou diárias, e irão se engajar cada vez mais com seus conteúdos.

Quando eles forem pensar em uma marca dentro daquele tipo de solução, certamente você vai surgir como sendo uma das primeiras opções para eles, e portanto como sendo uma autoridade no assunto, digna de confiança.

Captando leads e disparando e-mail marketing

Uma das vantagens de criar e gerenciar um blog é que o material gerado para ele se torna algo como um banco de conteúdos.

Os quais, por sua vez, poderão ser reaproveitados para outros formatos e estratégias de marketing de conteúdo.

Um desses formatos alternativos é o do e-mail marketing, bem como o das newsletters. A diferença essencial entre ambos é apenas o estágio do funil em que cada um se encontra: o e-mail marketing mais para o fundo, a newsletter mais para o topo.

Assim, um artigo de blog sobre extintor a base de água pode dar subsídio para uma newsletter sobre novidades técnicas ou mesmo legislativas que costumam ocorrer nessa área de preservação a incêndio.

No final das contas, é mais ou menos como se você desenvolvesse uma enciclopédia da sua marca, e fosse arquivando informações que depois se tornarão um modo eficiente de comunicação com os clientes.

A dica de ouro aqui é respeitar os leads. Não faz sentido disparar um e-mail sobre locação de lavadora de piso para alguém que nunca visitou seu site, concorda?

Por isso, o correto é usar campos e formulários de captação de leads, de modo que não seja preciso disparar e-mails o tempo inteiro e para todos os lugares.

Uma plataforma importante para a captação de leads é a das mídias sociais. Alguns desses canais, inclusive, já contam com campos próprios para o visitante deixar os dados de contato e poder ser acionado pela empresa quando ela bem entender.

O interessante é que o modo de chamar a atenção das pessoas é por meio de posts, os quais também podem ser adaptados dos artigos de blogs, bastando para isso que tenham seu tamanho e linguagem alterados.

Bônus: a importância da otimização de páginas

Os artigos escritos para um blog podem assumir uma série de formatos, como vimos acima. Desde posts para redes sociais até newsletters e e-mail marketing em geral.

Também poderíamos falar dos e-books e dos infográficos, entre outros materiais que costumam ser gerados e distribuídos em arquivos separados (.doc ou .pdf, por exemplo).

Certamente, um livro digital bem detalhado sobre o universo da demolição silenciosa, que vem sendo exigida por lei no caso de grandes centros urbanos, atrairia a atenção de grande parte das marcas da área de engenharia e construção civil.

Ao mesmo tempo, um artigo bem escrito pode se tornar o briefing ou o estudo de caso para que um futuro e-book seja escrito, seja qual for o segmento trabalhado.

Haveria ainda outros exemplos. Mas não é possível falar de marketing de conteúdo sem falar na importância do SEO, o Search Engine Optimization, que nada mais é que a otimização de páginas para um bom ranqueamento nos motores de busca.

Quem hoje seria capaz de navegar na internet sem utilizar o Google, o Bing e o Yahoo, entre outros buscadores? O que nem todo mundo sabe é que os sites que dominam as primeiras páginas dessas plataformas foram otimizados.

Os algoritmos ou regras de SEO desses motores de busca são como “revisores” que só permitem aos melhores conteúdos aparecerem.

Assim, ao buscar por algo como impermeabilização de parede interna, o visitante só encontrará páginas de qualidade.

Certamente, de nada adiantaria você ter os melhores conteúdos se não cumprisse com esses algoritmos, por isso é fundamental manter-se em dia com toda novidade que sai nessa área. Algumas dizem respeito ao texto, outras aos links, outras às imagens, etc.

Com isso vemos como o marketing de conteúdo pode se tornar uma das técnicas centrais de empresas que buscam um crescimento sólido e sustentável.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Whatsapp da Linking Sites
Converse agora com a Linking